30 de jun de 2009

BOM BOM

Povos de São Paulo, tribos do mundo

Por Nei Schimada

Açúcar cristal.

Gordura vegetal hidrogenada, farinha de trigo,

Castanha de caju, massa de cacau,

Manteiga de cacau, soro de leite em pó integral,

Farinha de soja, amendoim, leite em pó desnatado,

Óleo de soja, gema de ovos em pó,

Gordura de manteiga desidratada, amido de milho,

Avelãs, estabilizantes leticina de soja e

Poliglicerol polirricinoleato,

Fermento químico, bicarbonato de sódio e aromatizante. Contém glúten.

Creiam-me, isto é um sonho de valsa.

Nei Schimada, 43, punk, poeta e dekassegui, escreve de Hamamatsu shi - Japão. É blogueiro da Estrovenga dos Corsários Efêmeros. Leia mais em:
A CORRIDA DE SÃO SILVRESTRE – OBSCURAS ORIGENS
TEM ESSA E OUTRAS PIORES
PAULISTANO QUE É PAULISTANO NÃO CHORA
ROBERTOS, CARLOS
TODO IMIGRANTE É A PULGA ATRÁS DA ORELHA
FUNICULI FUNICULÁ NA VIRADA CULTURAL
DEMAGOGIA FRANCA
QUEM TE VIU, QUE TE VÊ
A GALÁXIA DOS AFÔNICOS
NATSUKASHI
SILÊNCIOS
O PATO
JANELA DE COZINHA
LA MISTICA, CAPISCI?
ESPERANDO ROSA
ANHANGABAÚ
FELIZ ANIVERSÁRIO, MINHA TERRA

29 de jun de 2009

ESQUINA PAULISTANA

São Paulo lado A,B,C,D…

Por Flaviana Serafim

Lindo prédio, triste abandono na esquina da rua Frederico Abranches com rua das Palmeiras, em Santa Cecília, centro (veja mapa)

Veja outras imagens do São Paulo Urgente no FLICKR ou acesse o álbum São Paulo lado A,B,C,D…

Prédio na esquina da rua Frederico Abranches com rua das Palmeiras, Santa Cecília, região central paulistana. Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliarPrédio na esquina da rua Frederico Abranches com rua das Palmeiras, Santa Cecília, região central paulistana. Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliarPrédio na esquina da rua Frederico Abranches com rua das Palmeiras, Santa Cecília, região central paulistana. Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliarPrédio na esquina da rua Frederico Abranches com rua das Palmeiras, Santa Cecília, região central paulistana. Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliar

Fotos: Flaviana Serafim

25 de jun de 2009

PROGRAMA DE INCLUSÃO DA USP BENEFICIA ESTUDANTE DE ESCOLA PÚBLICA

Cidadania, meio ambiente e inclusão
Acesse o site oficial do INCLUSP

O Programa de Inclusão da Universidade de São Paulo (INCLUSP) combina inclusão social com mérito acadêmico e contempla os alunos que estudaram o ensino médio da rede pública. Entre as medidas, que visam facilitar o acesso e permanência na faculdade, estão a isenção do pagamento da taxa de inscrição para o vestibular, e bônus de até 6% pela nota Exame Nacional do Ensino Médio nas provas de ingresso na USP.

Depois de entrar na universidade, o estudante contemplado pelo INCLUSP conta, ainda, com bolsas de apoio e incentivo que auxiliarão sua permanência na faculdade. A Bolsa Ensinar com Pesquisa, Aprender com Extensão e Bolsa Alimentação estão as que integram o programa de inclusão social.

Para mais informações sobre o INCLUSP, acesse o site http://www.usp.br/inclusp/site/

Docentes e alunos da USP recebem prêmios e bolsa de estudosclip_image002[6]
Diversos alunos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) foram contemplados no Prêmio Capes de Tese 2008. O resultado final foi anunciado no início do mês.

Um dos destaques, ganhador do Grande Prêmio Capes de Tese “Mario Pedrosa”, foi “O campo do geógrafo: colonização e agricultura na obra de Orlando Valverde (1917-1964)”, de Sérgio Adas, sob a orientação do Prof. Dr. Antonio Carlos Roberto de Moraes, docente do Departamento de Geografia. Adas é um dos três autores premiados nesta categoria.

Na área de Ciências Humanas, uma das contempladas no Prêmio Capes de Tese 2008 foi Ana Claudia Moreira Cardoso, pela tese “Tempos de trabalho, tempos de não trabalho: vicências cotidianas de trabalhadores” (arquivo PDF), orientada pela Professora Dra. Nádya Araújo Guimarães.

Criados em 2005, o Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese, outorgam distinção às melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas em cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação, premiando originidade e qualidade dos trabalhos.

Além da distinção, os premiados recebem certificado, medalha e bolsa de pós-doutorado nacional por um ano. Conheça as teses dos ganhadores do Prêmio Capes de Teses 2008 e do Grande Prêmio Capes de Teses 2008.

A Professora Doutora Ângela Maria Alonso, docente do Departamento de Sociologia da USP, recebeu a concorrida Bolsa de Estudos 2009 da Fundação Guggenheim. A docente faz parte do grupo de 33 bolsitas escolhidos pela fundação, entre 500 candidatos da América Latina e Caribe.

Texto: Flaviana Serafim. Fonte: Assessoria de Imprensa/Reitoria da USP, site oficial do INCLUSP e do CAPES

GRAFITES DA CIDADE

São Paulo lado A,B,C,D…

Por Gladstone Barreto

Acesse outras imagens do São Paulo Urgente no Flickr
Veja também o álbum Grafiteria

Rua Cesário Mota Júnior, Vila Buarque (centro)

Grafite na rua Cesário Mota Jr, Vila Buarque. Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar
Praça da República (centro)

Grafite na Praça da República, centro paulistano. Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarGrafite na Praça da República, centro paulistano. Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar

Veja também:
Grafite oriental
Sob o Elevado Costa e Silva

Fotos: Gladstone Barreto

24 de jun de 2009

ESCOLA RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESPONDE DENÚNCIA DE INTERNAUTA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Em 17 de junho, enviamos a denúncia do internauta Robson Neiva para a Secretaria Estadual de Educação e para o Portal do Governo de São Paulo, alertando para a falta de funcionários na Escola Estadual Rômulo Pero (acesse INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE).

Escola Estadual Rômulo Pero. Foto do site oficial da escola Nesta quarta-feira (24.06) recebemos resposta da Diretoria de Ensino da região central, alegando, entre outros, que nas últimas “sessões de escolha para preenchimento de vagas de Agente de Serviços Escolares” não “houve candidatos que interessassem em escolher a EE Rômulo Pero”.

A Diretoria de Ensino também destacou: “Cabe ressaltar que esse problema não se restringe a esta Diretoria de Ensino, das 62 escolas jurisdicionada a D. E, todas estão com problemas de funcionários, porém os gestores estão gerenciando da melhor maneira possível, tanto que não temos nenhuma reclamação de outra unidade escolar”.

Confiram a resposta na íntegra:

O expediente trata de reclamação sobre a falta de funcionários da EE Rômulo Pero, principalmente para o preparo da merenda escolar. À Supervisão de Ensino cumpre informar que:

  1. A Secretaria Estadual de Educação promoveu, em 2008, concurso público para o provimento de cargos de Agente de Organização Escolar e Processo Seletivo Temporário para Agente de Serviços Escolares;
  2. A EE Rômulo Pero recebeu por conta do concurso público 02 funcionários que já foram nomeados em maio e estão com laudo médico de Aptos: Marlene Araújo Sampaio e Oswaldo Caleone Perez Junior. Há ainda um terceiro funcionário nomeado que está aguardando laudo médico. A escola recebeu também 01 Secretário de Escola. Entretanto até a presente data os funcionários supracitados não tomaram posse, mas encontram-se dentro do prazo previsto em lei, sendo 30 dias para posse, prorrogáveis por mais 30 dias e 30 dias para exercício, prorrogáveis por mais 30 dias, totalizando 120 dias para ser investido no cargo.
  3. A Secretaria Estadual de Educação já conta com os serviços de limpeza terceirizada, e tem tomado providências para terceirizar a merenda escolar, com processo em andamento;
  4. A Diretoria de Ensino promoveu 08 sessões de escolha para preenchimento das vagas de Agente de Serviços Escolares, em caráter temporário, sendo que a EE Rômulo Pero foi contemplada, e os funcionários já cumpriram o tempo máximo de 01 ano, tendo sido dispensados. Entretanto em nenhuma das últimas chamadas para sessão de escolha, houve candidatos que se interessassem em escolher a EE Rômulo Pero. Haverá nova sessão de escolha no dia 26/06/09, com oferecimento de 03 vagas.

Cabe ressaltar que esse problema não se restringe a esta Diretoria de Ensino, das 62 escolas jurisdicionada a D. E, todas estão com problemas de funcionários, porém os gestores estão gerenciando da melhor maneira possível, tanto que não temos nenhuma reclamação de outra unidade escolar.

Sendo o que nos cumpre informar, colocamo-nos a inteira disposição para maiores esclarecimentos.

À consideração superior.

São Paulo, 23 de junho de 2009.

Rosangela Simonato
Supervisor de Ensino

Acolho o parecer da Supervisão de Ensino.
Encaminhe-se a Ouvidoria para o que couber.

Maria de Fátima Lopes
Dirigente Regional de Ensino
Diretoria de Ensino - Região Centro

Leia mais:
- INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE
-
EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO
-
INTERNAUTAS COMENTAM FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ESCOLA PROF. RÔMULO PERO
-
ESCOLA PROF. RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E PORTAL DO GOVERNO PROMETEM RESPONDER RECLAMAÇÃO
-
MAIS UMA ESCOLA DA ZONA NORTE SEM FUNCIONÁRIOS

Site oficial da Escola Estadual Rômulo Pero:
http://www.romulopero.com.br/romulopero/ 

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto. Foto: site oficial da EE Rômulo Pero

E COMO FICAM OS ALUNOS ATÉ A CHEGADA DE NOVOS FUNCIONÁRIOS?

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

ESCOLA RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESPONDE DENÚNCIA DE INTERNAUTA

Nessa grande confusão causada pela falta de funcionários nas escolas públicas paulistas, a Secretaria Estadual de Educação não respondeu à duas questões básicas nos esclarecimentos enviados ao blog (leia ESCOLA RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESPONDE DENÚNCIA DE INTERNAUTA)

A primeira questão é: e como ficam os alunos até a chegada de novos profissionais nas escolas? Segundo: por que a saída dos funcionários antigos e entrada dos novos não foi planejada, organizada previamente para evitar esses transtornos? Ninguém esclareceu…

E quais medidas de emergências serão tomadas? Outro questionamento é quanto à afirmação de que “não temos nenhuma reclamação de outra unidade escolar”. Observem o que afirma a Diretoria de Ensino da região central sobre isso, no final da resposta oficial enviada ao nosso blog:

Cabe ressaltar que esse problema não se restringe a esta Diretoria de Ensino, das 62 escolas jurisdicionada a D. E, todas estão com problemas de funcionários, porém os gestores estão gerenciando da melhor maneira possível, tanto que não temos nenhuma reclamação de outra unidade escolar”.

Que “gerenciamento” é esse? Há, sim, reclamações e denúncias do mesmo problema em outras escolas! Todas são da zona norte e uma delas é a Escola Estadual Érico de Abreu Sodré (bairro Chácara Inglesa), como denunciou o internauta Roberto em mensagem enviada ao blog São Paulo Urgente (leia MAIS UMA ESCOLA DA ZONA NORTE SEM FUNCIONÁRIOS):

Sou pai de aluna da E.E Érico de Abreu Sobré estamos na mesma situação da escola estadual Rõmulo Pero. Cadê o Governo para resolver isso? Na próxima eleição lembrarei disso....
Pai Roberto

A outra escola é a Prof. Narbal Fontes, na avenida Conceição (Carandiru), como comentou este internauta anônimo:

“Anônimo disse...
ROMULO PERO, NÃO É A UNICA ESCOLA NESSA SITUAÇÃO SOU PAI DE 2 ALUNOS DA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL NARBAL FONTES, LÁ MEUS FILHOS TEM ME CONTADO QUE A SITUAÇÃO ESTA SEMELHANTE, FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA COZINHA.....QUE VERGONHA GOVERNADOR

O que a Secretaria tem a dizer aos pais desses alunos, especialmente às crianças e adolescentes que estudam em período integral? E aí, Secretaria Estadual de Educação? Será que poderemos contar com os esclarecimentos de vocês? Tomara que sim.
Novamente, enviaremos mensagem e aguardaremos resposta da Secretaria Estadual de Educação.

Leia mais:
- INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE
- EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO
- INTERNAUTAS COMENTAM FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ESCOLA PROF. RÔMULO PERO
- ESCOLA PROF. RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E PORTAL DO GOVERNO PROMETEM RESPONDER RECLAMAÇÃO
- MAIS UMA ESCOLA DA ZONA NORTE SEM FUNCIONÁRIOS
- ESCOLA RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESPONDE DENÚNCIA DE INTERNAUTA

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

MAIS COMENTÁRIOS SOBRE FALTA DE FUNCIONÁRIOS NAS ESCOLAS PÚBLICAS PAULISTAS

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

No post MAIS UMA ESCOLA DA ZONA INTERNAUTA SEM FUNCIONÁRIOS, AS INTERNAUTAS COMENTARAM:

Julianna disse...
Os emails serão encaminhados aos órgãoes "responsáveis", e eles vos responderão com as frases feitas de sempre, dizendo que a situação está sob controle, que não é bem assim...Não citarão que existem milhares de Agentes qualificados, concursados, como eu, que estão prontos pra assumir o cargo, e não podem, pois o Departamento de Pericias Medicas do Estado não libera os laudos, por pura preguiça! Ah, a escola que eu escolhi é o Èrico de Abreu Sodré...”
19 de Junho de 2009 21:19

Anônimo disse...
Julianna, o problemas nas são com os concursados aprovados, po problema e com os alunos que a varios dias tomam, cafe almoço e lanche biscoitos e leite....
a unica alimentação de muitos deles.
Mais uma novidade, por falta de funcionarios alem da cozinha, ontem feriu-se um aluno gravemente sendo dirigido a um hospital muito machucado, falta funcionarios de todas as areas na escola. De nada adianta termos uma otima profissional diretora na escola senhora Karen, se fizeram com que a mesma ficasse de "mãos atadas", é mais uma pra sentir tristeza e vergonha de nossos ‘administradores’.
Maura

23 de Junho de 2009 14:13

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

23 de jun de 2009

O QUE É QUALIDADE DE VIDA PARA VOCÊ? RESPONDA AO QUESTIONÁRIO DO SOBRE O BEM-ESTAR DO PAULISTANO

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Acesse e responda o questinário do Movimento Nossa São Paulo
O Movimento Nossa São Paulo lançou um questionário on line que avaliará o que as pessoas mais valorizam para seu bem-estar na cidade. São os Indicadores de Referência de Bem-Estar do Município (IRBEM) com 24 temas que, a partir das respostas dos cidadãos, vão nortear as ações de empresas, organizações e governo para melhorar nossa qualidade de vida.

Qualquer um pode responder ao questionário. É simples, fácil, rápido e aborda questões como: habitação, lazer, saúde, transporte, trabalho, educação, assistência social, acessibilidade às pessoas com deficiência, valores pessoais e sociais entre outros.

“Quanto mais gente colaborar, refletir, debater e pensar soluções, mais chance teremos de construir uma cidade que privilegie o bem-estar da população”, informa o Movimento Nossa São Paulo. O questionário está disponível no endereço http://www.nossasaopaulo.org.br/irbem/index.html e pode ser respondido até 30 de setembro.

Depois dessa consulta pública, os itens mais citados na pesquisa do IRBEM serão selecionados e incorporados à pesquisa anual do Movimento Nossa São Paulo, que acontece em novembro. Os resultados finais do IRBEM serão divulgados oficialmente em janeiro de 2010, durante as comemorações do aniversário de nossa cidade.

Participe! Clique aqui e responda ao questionário Indicadores de Referência de Bem-Estar do Município (IRBEM), do Movimento Nossa São Paulo.

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

22 de jun de 2009

DESCARTE DE PILHAS E BATERIAS: SAIBA COMO COLABORAR

Cidadania, meio ambiente e inclusão

image image image image image

152 milhões de pilhas comuns e 40 milhões de pilhas alcalinas: este é o volume descartado anualmente em São Paulo, segundo dados da Cetesb

O que você faz com suas pilhas usadas e com a bateria do aparelho de celular que já ficou “velho”? Quem descarta materiais desse tipo no lixo comum, sem saber acaba tomando uma péssima atitude. Coloca a própria saúde e a de outras pessoas em risco com a contaminação do solo e das águas com metais pesados.

Os males de uma simples pilha contra nossa saúde
Um pilha simples pilha contém, principalmente, metais pesados como chumbo, mercúrio, cádmio e, ainda, cobre, níquel, zinco, cromo e manganês. Descartadas no lixo comum, as pilhas e baterias vão parar nos aterros e toda essa “química” perigosa se espalha pelo solo, água, plantas, peixes e outros animais.

Segundo informações da Associação Brasileira da Indústria Eletréca e Eletrônica (ABINEE), publicadas no site Ambiente Brasil, substâncias como o cádmio se acumulam nos rins, fígado e ossos, causando disfunções renais e osteoporose; o mercúrio atinge o fígado, o cérebro e o sistema nervoso. Causa desde distúrbios neuropsiquiátricos ao mau desenvolvimento do feto.

O chumbo provoca diversas síndromes – hepática, cardiovascular, gastrointestinal etc… Então, paramos aqui, porque aqui porque ninguém merece ler uma lista com uma infinidades de doenças.

O importante é saber que qualquer metal pesado se acumula facilmente em nosso corpo por meio de alimentos contaminados e até contato direto com a pele. Mas não somos capazes de eliminar e nem de metabolizar todo esse lixo tóxico que vem parar dentro de nós. Aquele peixinho fresco, uma folha de alface podem esconder toda a podreira química das pilhas que jogamos em qualquer canto. Terrível, não?

Jogar pilhas e baterias no lugar certo é fácil. Basta um pouquinho boa vontade.
image Na cidade de São Paulo, há postos de coleta de pilhas e baterias em diversas agências do Banco Real com seu “Papa-Pilhas”. Para saber qual o endereço mais próximo de você, clique aqui ou entre em contato pelo e-mail papa.pilhas@bancoreal.com.br.
Outras informações no site http://www.bancoreal.com.br/papapilhas.

Qualquer uma das 200 filiais da Drogaria São Paulo também recebe pilhas e baterias usadas, e envia para a Suzaquim, empresa especializada na reciclagem desses materiais.
Detalhes sobre a campanha no endereço http://www.drogariasaopaulo.com.br/CampanhasSociais.html (clicar em Reciclar). Ou Clique aqui para saber onde está a Drogaria São Paulo mais próxima de você.

Então, vença sua preguiça e seja responsável. Recolha as pilhas de sua casa, escritórSaiba onde há uma loja mais próxima para descartar suas pilhas e bateriasio e vizinhos – por que não? E leve tudo a um dos postos indicados. Quem tiver dúvida sobre a importância dessa atitude pode reler o subtítulo acima - “Os males de uma simples pilha contra nossa saúde”. Vale ou não vale a pena colaborar?

Outros postos de coleta para reciclagem de pilhas, baterias e outros materiais (dica do blog Soldier Adventures)
-Zona Norte: Hipermercado Bergamini – Av. Luiz Stamatis - Jaçanã
-Zona Leste: Shopping Center Aricanduva – Av. Aricanduva, 5555
-Zona Sul: Hipermercado Extra Itaim - Rua João Cachoeira, 899 - Itaim Bibi
-Zona Oeste: Porto Seguro - Av. Pacaembu, 35 – Pacaembu
-Centro: Porto Seguro - Rua Dom José de Barros, 31 - República e Avenida Paulista, 91

Dicas sobre o uso correto de pilhas e baterias (site do Banco Real)
- Colocar pilhas na geladeira não aumenta a carga, ao contrário, quando expostas ao frio ou calor o desempenho pode piorar.
- Na hora de trocá-las em um equipamento, substitua todas ao mesmo tempo.
- Retire-as se o aparelho for ficar um longo tempo sem uso, pois podem vazar.
- Não misture pilhas diferentes (alcalinas e comuns; novas e usadas). Isso prejudica o desempenho e a durabilidade.
- Prefira as pilhas e baterias recarregáveis ou alcalinas. Apesar de custarem um pouco mais, têm maior durabilidade.
- Guarde as pilhas em local seco e em temperatura ambiente.
- Nunca guarde pilhas e baterias junto com brinquedos, alimentos ou remédios.
- Não exponha pilhas e baterias ao calor excessivo ou à umidade. Elas podem vazar ou explodir.
- Pelas mesmas razões, não as incinere e, em hipótese alguma, tente abri-las.
- Nunca descarte pilhas e baterias no meio ambiente e não deixe que elas se transformem em brinquedo de crianças.
- Evite comprar aparelhos portáteis com baterias embutidas não removíveis.
- Compre sempre produtos originais. Não use pilhas e baterias piratas.

Leia também:
MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NO TRABALHO
MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - EM CASA
MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NA RUA
ECOPONTOS - SOLUÇÃO GRATUITA PARA DESCARTE DE ENTULHO
TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DO LIXO
QUANTO TEMPO DURA UMA PILHA NO MEIO AMBIENTE?
PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: O QUE PODEMOS FAZER EM NOSSA CIDADE

COMO VOCÊ DESCARTA ÓLEO DE COZINHA?


Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto
Fontes: sites do Banco Real, Cetesb, Drogaria São Paulo, Revista Meio Ambiente, Ambiente Brasil e blog Soldier Adventures

A CORRIDA DE SÃO SILVESTRE – OBSCURAS ORIGENS

Povos dimagee São Paulo, tribos do mundo

Por Nei Schimada

No dia 31 de dezembro de 1924 aconteceu a primeira Corrida de São Silvestre, criada e idealizada pelo jornalista Cásper Líbero a partir de uma corrida noturna que ele viu em Paris, onde os corredores revezavam-se passando uma tocha até a equipe e a tocha vencedora chegarem à linha final.
Essa é a versão oficiosa dos fatos. Há também o relato extraído do diário de António Dannone y Montarroyos, o único engraxate que visitou a exposição dos quadros de Anita Malfatti na Semana de Arte Moderna de 1922. Viu Victor Brecheret, mas achou as estátuas muito sérias. Dizia que "estátua tem que ter cara triste igual à imagem de São Vito, Mártir".

O diário de António foi encontrado no sótão do penúltimo casarão em pé da Avenida Angélica antes de ser demolido para construírem uma clínica no terreno. Quem o encontrou foi seu neto, médico oftalmologista. Alguns trechos foram suprimidos para melhor compreensão.

Hum de fevereiro de 1922
“Eu, Duílio e Bezerra caminhamos desde a Igreja de São Gonçalo até o Largo São Francisco para nos encontrarmos com alguns amigos calouros da Faculdade de Direito para guardarmos um match de association num dos campos da várzea do Glicério. Não são muitas pessoas que tem uma ball de association na cidade, os ricos filhos do café o tem.
Perdemos por causa dos três goals que Bezerra deixou passar. Bezerra não é um bom goalkeeper. Eu disse a ele que um bom team sempre começa com um bom goalkeeper, mas fez-se de rogado.
Muitos insistem em chamar o association apenas de football, termo ridículo, não vai pegar".

Quinze de fevereiro de 1922
“Acabei de chegar de uma exposição de arte assim dita moderna. Admirei algumas coisas e achei outras sem explicação. Gostei dos quadros de uma tal Anita, uma moça tímida que escondia-se a cada elogio.
Alguns estudantes cuspiam nas escadarias do Theatro Municipal. Outros defendiam os declamadores de poesia.
Algumas senhoras fumavam em público - realmente há algo desvairado no que eles chamam de Paulicéia. "Deusa da Primavera", de Victor Brecheret. Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar"Deusa da Primavera", de Victor Brecheret. Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar
No fundo, gostei de tudo, até mesmo de algumas esculpturas com narizes retos e com os semblantes sempre iguais. Vitorino ou Victor é o nome do artista. Lembro-me de seu sobrenome Brecheret, pois é o mesmo da família aqui do lado que cria gansos para fazer fois gras.
Preciso mudar de casa, pois os gansos exalam odores insuportáveis. Mesmo gostando desses moços e suas modernidades excêntricas, logo serão esquecidos. Essa modernidade não vai pegar".

Hum de maio de 1922
"No jornal está escrito que os comunistas de Moscou comemoram o dia do Trabalhador com um dia de folga a todos os camaradas trabalhadores. Creio que em todos outros dias do ano e de labuta existem para que nós comemoremos os dias de descanso.
Se a minha oficina parar, não há como entregar as solas e emborrachados dos fregueses. Só não abro aos domingos, que é o único dia de match de association, não abro nem por decreto do presidente Bernardes.
Hoje, durante o match do Germânia versus Corinthians, pensei num evento esportivo com estes ideais modernistas que ventam pelos cafés. Preciso encontrar meus amigos e irmos todos para ver o sr. Mário de Andrade e pensarmos e realizarmos tal contenda".

Seis de Julho de 1922
"O amigo Mário de Andrade não achou a idéia muito interessante. Já seu parceiro Oswald de Andrade pensou numa corrida de pierrôs, arlequins e colombinas pela madrugada. Eu disse que para isso basta-nos o carnevale de Veneza ou o entrudo ainda comemorado na Capital do Rio de Janeiro.
Acredito que as festas populares nas ruas são tipicamente européias. Eles têm as grandes praças e lá podem comemorar sob noite de temperatura amena. O calor dos trópicos não é propício à tal baderna do populacho. Aqui no Brasil não pega.

Havia na reunião um jornalista chamado Cásper Líbero e logo tornamo-nos amigos. Ele disse que poderíamos comemorar o Centenário da Independência com vários eventos esportivos como se fossem as festas olímpicas acontecidas dois anos antes, em Antuérpia, Bélgica.
Não, eu disse, há de ser apenas uma corrida e deve ter um tom modernista com é a corrida no autódromo de Indianápolis, cidade estadunidense, cujo traçado é um retângulo.
Desdenhando de meu pensamento athlético-cubista, meus amigos Duílio e Bezerra perguntaram se era para os athletas correrem ao redor do quarteirão, 100 voltas ou mais. E riram".

Oito de setembro de 1922
"Ainda estou com a sensação que há ondas violentas se movimentando na minha barriga como uma ressaca. As comemorações do Centenário da Independência saíram dos saraus, chegaram às ruas e vararam a madrugada com alguns pracinhas e oficiais confraternizando com as satisfatórias moças dos Campos Elíseos. Pela cidade toda o populacho comemorou cantando ao redor das garrafas sempre cheias e pequenas fogueiras.
Estou triste pela corrida não ter se realizado. O recém amigo Cásper Líbero partiu para Santos para pegar o paquete, descer na Capital e de lá seguir para a Europa. Sentirei saudades".

Trinta de novembro de 1924
"Cásper Líbero voltou há meses, mas só hoje o encontrei às portas do Mappin, onde passei para algumas compras natalinas. Ele também. Além de rever o saudoso amigo, pude saber de antemão a notícia que aquela corrida que eu concebera há anos iria acontecer no último dia do ano e se chamaria Corrida de São Silvestre. Não gostei do nome. Quem é esse São Silvestre? Há algum santo católico que se preza que se chama Silvestre? Acho melhor Corrida de Ano Novo. Esse nome Corrida de São Silvestre não vai pegar".

Nei Schimada, 43, punk, poeta e dekassegui, escreve de Hamamatsu shi - Japão. É blogueiro da

Estrovenga dos Corsários Efêmeros. Leia mais em:
TEM ESSA E OUTRAS PIORES
PAULISTANO QUE É PAULISTANO NÃO CHORA
ROBERTOS, CARLOS
TODO IMIGRANTE É A PULGA ATRÁS DA ORELHA
FUNICULI FUNICULÁ NA VIRADA CULTURAL
DEMAGOGIA FRANCA
QUEM TE VIU, QUE TE VÊ
A GALÁXIA DOS AFÔNICOS
NATSUKASHI
SILÊNCIOS
O PATO
JANELA DE COZINHA
LA MISTICA, CAPISCI?
ESPERANDO ROSA
ANHANGABAÚ
FELIZ ANIVERSÁRIO, MINHA TERRA

19 de jun de 2009

MAIS UMA ESCOLA DA ZONA NORTE SEM FUNCIONÁRIOS

 

image

Recebemos mais uma denúncia sobre falta de funcionários nas escolas estaduais de São Paulo.

A primeira reclamação foi do internauta Robson Neiva (leia INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE), já encaminhada ao Portal do Governo de São Paulo e à Secretaria Estadual de Educação.

Hoje, quem alerta para a precariedade no quadro de funcionários é Roberto, pai de um aluno da Escola Estadual Érico de Abreu Sodré, na Chácara Inglesa (zona norte). Vejam a mensagem: 

Sou pai de aluna da E.E Érico de Abreu Sobré estamos na mesma situação da escola estadual Rõmulo Pero. Cadê o Governo para resolver isso? Na próxima eleição lembrarei disso....
Pai Roberto

Sr. Roberto, sua mensagem também será encaminhada para a Secretaria Estadual de Educação. Agradecemos seu contato e esperamos receber outros e-mails de pais que denunciem esse situação absurda em outras escolas.

Os problemas na área de educação em São Paulo já não são poucos – da péssima qualidade de ensino aos livros recheados de conteúdo inadequado – e, agora, mais essa ausência de funcionários. Sr. secretário de Educação, Paulo Renato Souza, quando isso mudará?

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

Leia também:
INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE
EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO
INTERNAUTAS COMENTAM FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ESCOLA PROF. RÔMULO PERO
ESCOLA PROF. RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E PORTAL DO GOVERNO PROMETEM RESPONDER RECLAMAÇÃO

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

18 de jun de 2009

ACONTECE EM SP – 30 MIL INGRESSOS DE GRAÇA: É A “FESTA DO TEATRO”, DE 19 A 28 DE JUNHO

Olha aí, fãs de teatro, que boa pedida. Só precisar ter tempo disponível para pegar o ingresso no horário determinado em cada posto de entrega. São mais de 80 espetáculos – e 2 ingressos por pessoa!!!!

Acesse o site oficial

Saiba mais acessando o site oficial da Festa do Teatro.
Há postos de distribuição no Centro Cultural São Paulo, Teatro Municipal, Biblioteca Mário Schenberg (Lapa) e Biblioteca Pref. Prestes Maia (Santo Amaro)

Notícia do site oficial Festa do Teatro

“São Paulo vai ganhar um evento inédito na área de cultura: a Festa do Teatro. Inovadora, ela prevê a distribuição gratuita de 30 mil ingressos para espetáculos em cartaz na cidade entre 19 e 28 de junho. A Festa de Teatro tem por objetivo promover o acesso à diversidade da produção teatral contemporânea.

A programação do evento abrange desde o teatro de grupo até as grandes produções, permitindo que o público tenha um panorama da pluralidade do teatro realizado na cidade. A distribuição dos ingressos será feita em dois pontos fixos e um móvel. Informações sobre as peças, número de ingressos por peça e formas de distribuição estarão disponíveis, a partir do dia 10 de junho, no site www.festadoteatro.com.br.

Realizada por Parlapatões, Chaim Eventos e J.Leiva, a Festa do Teatro pretende democratizar o acesso a esta linguagem artística, que passa a contar com um grande evento voltado ao teatro na capital.Dona Flor e seus dois maridos, uma das peças que participam da Festa do Teatro

”Dona Flor e seus dois maridos”, uma das peças que participam da Festa do Teatro

O apoio da Prefeitura mostra a vocação da cidade para a cultura e participação da classe artística já trouxe a adesão de mais de 80 peças.

O evento é patrocinado pela CCR, empresa que tem uma história consistente de apoio a produções culturais brasileiras.Nesta primeira edição, ela será também uma forma de celebrar os 10 anos da CCR, um dos maiores grupos de concessão de rodovias do País, que buscava uma maneira de comemorar a data com um evento que beneficiasse a população. A idéia é que a cada ano a Festa do Teatro possa distribuir mais e mais ingressos.

Para saber onde estão os postos de entrega de ingressos, clique aqui
Para saber quais são as peças,
clique aqui

Acesse o site oficial da
Festa do Teatro.

Fonte: site Festa do Teatro

ESCOLA PROFESSOR RÔMULO PERO: SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E PORTAL DO GOVERNO PROMETEM RESPONDER RECLAMAÇÃO

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Sobre a denúncia de falta de funcionários na Escola Estadual Professor Rômulo (Rua Copacabana, 243 - bairro Chora Menino, zona norte), enviada ao nosso blog pelo internauta Robson Neiva, recebemos e-mails com a promessa de que a situação será analisada.

Continuamos no aguardo da resposta definitiva e, claro, esperamos providências para resolver o grave problema da falta de funcionários nessa escola. Por enquanto, nosso blog recebeu os seguintes retornos dos órgãos públicos:

1)Portal do Governo de São Paulo
De: faleconosco@sp.gov.br [mailto:faleconosco@sp.gov.br]
Enviada em: quinta-feira, 18 de junho de 2009 10:17
Para: infoeducacao@educacao.sp.gov.br
Cc: saopaulourgente@gmail.com
Assunto: Mensagem recebida através do Portal do Governo do Estado de São Paulo

Caro(a) Cidadão(ã),
Esta mensagem é um redirecionamento da sua solicitação para Ouvidoria responsável, que analisará e encaminhará sua resposta. Pedimos que aguarde contato.

.::

Caro(a) Ouvidor(a),
Segue 1 (uma) mensagem recebida através do Portal do Governo do Estado de São Paulo com questões que dizem respeito a esta Secretaria.
Solicitamos a  gentileza  de  providenciar a devida análise e resposta para o(a) cidadão(ã), com cópia oculta para o endereço
saopaulo@sp.gov.br .
Disponibilizamos os telefones (11) 2193-8181 / 8147 / 8119 para qualquer dúvida.
Atenciosamente,

Biblioteca Virtual do Governo do Estado de São Paulo
http://www.bv.sp.gov.br
E-mail: biblioteca.virtual@sp.gov.br

2)Secretaria Estadual de Educação
De: Info Informação - CIE [mailto:informacao@edunet.sp.gov.br]
Enviada em: quarta-feira, 17 de junho de 2009 14:04
Para: saopaulourgente@gmail.com
Assunto: RES: Reclamação

Prezada  Senhora Flaviana

Em atenção ao seu e-mail, informamos que ele foi encaminhado à Diretoria de Ensino Centro para conhecimento e manifestação.

Pedimos, por gentileza, aguardar retorno.

Atenciosamente

Central de atendimento

JC

Leia também:
INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE
EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO
INTERNAUTAS COMENTAM FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ESCOLA PROF. RÔMULO PERO

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

INTERNAUTAS COMENTAM FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ESCOLA PROF. RÔMULO PERO

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Recebemos vários comentários de mães, alunos, ex-alunos e outros internautas a respeito da falta de funcionários na Escola Estadual Professor Rômulo Pero.

A denúncia sobre os problemas do colégio, que funciona em período integral na zona norte paulistana, foi encaminhada ao blog pelo leitor Robson Neiva (leia INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE). Vejam os comentários:

Anônimo disse...
SOU MÃE DE UMA EX ALUNA DA E.E. PROFESSOR RÔMULO PERO. UMA DAS MELHORES ESCOLAS DA ZONA NORTE DE SÃO PAULO. MINHA FILHA FORMOU EM 2008 NESTA ESCOLA E HOJE CURSA UNIVERSIDADE, FIQUEI INCONFORMADA DE VER A SITUAÇÃO QUE A ESCOLA VEM ENFRENTANDO, SERÁ QUE NENHUMA AUTORIDADE SABE QUE SACO VAZIO NÃO PARA EM PÉ?
MARIANA

Anônimo disse...
Sou aluna da escola Estadual prof. Rômulo Pero e quero deixar aqui o meu relato, o ensino nessa escola é o MELHOR mesmo, excelentes professores, e a comida é maravilhosa a Taty, dona Neusa e Fátima caprichavam na nossa alimentação, era uma DELÍCIA, agora quero saber como vamos fazer, passar 9h na escola só com biscoito...ninguém merece! Onde está o governador para ver isso??? Garanto que ele não sabe o que está acontecendo.
Aluna inconformada Gabriela

Anônimo disse...
É um absurdo o descaso do Governo, em relação à Educação. Quem consegue passar 9h00 horas em um local e comer só bolacha? É o que está acontecendo na escola em que meu filho estuda na EE. Prof. Rômulo Pero, pois é de tempo integral e não tem funcionários para o preparo das merendas. Vão resolver o ano que vem que será eleição ou irão resolver agora por questão de respeito ao cidadão que paga impostos? O Geraldo Alckimin poderia voltar com tudo, pois a Educação está virando um circo.
Maria Aparecida (mãe)

Anônimo disse...
É uma tristeza para mim saber que a escola da minha filha que é de tempo integral, a partir de hoje não poderá mais servir alimentação e não possue mais funcionários,pois tenho ótimas referências da escola e após tentar entender os motivos dessa situação, entendo que o descaso com a educação é cada vez maior.Cheguei a ligar na diretoria de ensino e fui atendida por uma funcionária de nome Tatiane ,que me garantiu que a escola servirá alimentação normalmente.Porém esta não é verdade, o que me deixa mais indignada ainda. Até quando o Estado vai ficar nesse faz de conta? Até quando devemos esperar uma solução?
Ana Paula

17 de Junho de 2009 15:38

Punksauro Nei disse...
Que tal o Mena ir até a escola?
17 de Junho de 2009 18:18

Leia também:
INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE
EDUAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

FACES DA LOUCURA URBANA

São Paulo lado A,B,C,D…
Por Gladstone Barreto

Morador de rua no centro paulistano (clique nas imagens para ampliar).
Veja mais fotos do São Paulo Urgente no FLICKR


 


Fotos: Gladstone Barreto

17 de jun de 2009

EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Imagem da resposta automática do Governo do Estado de São Paulo

Encaminhamos nesta manhã ao governo estadual a mensagem do internauta Robson Neiva, que denunciou falta de funcionários na Escola Estadual Professor Rômulo Pero, no bairro Chora Menino, zona norte paulistana (leia o post INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE)

Vejam abaixo, em negrito, o texto da “resposta automática” do portal do Governo do Estado de São Paulo. Pelo sumiço de sílabas, dá pra perceber o quanto está precária a educação no Estado - até numa simples resposta automática.

Quem duvida, pode acessar o link do Fale Conosco no Portal do Governo de São Paulo, enviar sua reclamação e receber essa mesmíssima resposta automática, cheia de erros inadimissíveis para um serviço de atendimento ao cidadão. Leiam:

Prezado(a) Senhor(a),

Agradecemos seu contato; assim que possvel enviaremos as informaes solicitadas ou encaminharemos sua mensagem ao devido rgo para que providencie resposta.

Atenciosamente,

Biblioteca Virtual do Governo do Estado de So Paulo saopaulo@sp.gov.br

In response to:

FALE CONOSCO - Portal do Governo do Estado de So Paulo

Tudo bem, algum engraçadinho pode alegar que o erro é por conta dos acentos, talvez não “aceitáveis” pelo programa que envia a resposta automática. Mas que isso é feio, é, e muito, muito feio.

E o que significa esse “encaminharemos sua mensagem ao devido rgo para que providencie resposta”? Alguém pode nos responder? Sem comentários…

Leia também:
INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

16 de jun de 2009

INTERNAUTA DENUNCIA PRECARIEDADE EM ESCOLA DA ZONA NORTE


image Mensagem do internauta Robson Neiva enviada ao programa CBN São Paulo (Rádio CBN) e ao blog São Paulo Urgente:

Bom dia Mílton Jung!

EE Rômulo Pero, zona norte paulistana. Foto: site oficial da escola É com desespero sincero que escrevo estas linhas para pedir orientação - isso mesmo - orientação sobre o que fazer com relação à escola onde minha filha estuda na zona norte de São Paulo, mais especificamente a Escola Estadual Professor Rômulo Pero, na Rua Copacabana, 243 do bairro Chora Menino.

Acontece que ontem, segunda-feira (15), a diretora mandou um recado pela minha filha dizendo que a escola está sem funcionários (inspetores, cozinheiras, administração etc), e que a partir de quarta-feira (amanhã), não terá mais almoço regular na escola, só alimento frio como bolacha e leite. Como pode ser assim?

Optamos por persistir em conseguir uma vaga lá, pois desde 2006, sob a direção de Karen Cristina Gaino Alves Fernandes, com apoio do Dirigente Regional de Ensino, professor Sidemar Antonio Perini, a escola passou a ser uma Escola de Tempo Integral (ETI).

Minha esposa ligou na Regional da Casa Verde e falou com o Alfredo, que é o supervisor de ensino regional, e foi informada que não é somente esta escola que está com problema, outras também não têm professor e funcionários, pois uma nova licitação precisa ser feita para a contratação destes profissionais.

E disse também que era uma situação aguardada, pois já se sabia que o contrato dos atuais profissionais venceria antes da licitação.

Eu e minha esposa estamos nos perguntando: "o que vamos fazer agora?" o que é certo fazer nessa hora...

Por favor, nos ajude a fazer com que esta notícia chegue para o Governo do Estado, pois acreditávamos que seria tranquila a transferência de nossa filha da escola particular para uma considerada modelo e de tempo integral, porque acreditávamos no empenho do Governador Serra na questão de ensino com qualidade.

Muito obrigado,

Robson Neiva

Caro internauta Robson Neiva,

Encaminhamos sua mensagem para o Governo Estadual de São Paulo, para a Secretaria Estadual de Educação e também para o jornalista Gilberto Dimenstein. Aguardamos que alguma resposta oficial seja enviada, e a publicaremos aqui no blog.

Agradecemos seu contato e por acessar o São Paulo Urgente.

Envie sua mensEnvie seu e-mail para o Cidade Celularagem para o Cidade Celular. Use seu telefone móvel, registre fotos, vídeos e fatos com flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.
Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

Leia também:
EDUCAÇÃO NO ESTADO É PRECÁRIA ATÉ NA RESPOSTA AUTOMÁTICA DO GOVERNO


Site oficial da Escola Estadual Rômulo Pero:
http://www.romulopero.com.br/romulopero/ 

Foto: site oficial da EE Rômulo Pero

TEM ESSA E OUTRAS PIORES

Povos de São Paulo, tribos do mundo

Nei Schimada. Acesse o blog "Estrovenga dos Corsários Efêmeros" Por Nei Schimada

ESSA

Quando certa manhã um estranho inseto acordou de um sono pesado e intranquilo, encontrou-se numa cozinha metamorfoseado num ser humano monstruoso sentado à mesa com uma xícara de café aguardando uma ação rotineira. Levantou-se. As seis finas patinhas viraram duas no chão e duas penduradas, ridiculamente rosadas.

O cérebro, que era mínimo, cresceu até a estranha possibilidade da crença que há mundos invisíveis e felizes depois da morte e, mesmo assim, o homem em pé na cozinha soube, calado e atento ao que era possível ao redor, que nada, de fato, mudara.

Havia uma sensação chamada angústia. Quando se embrenhava pelo lixo e através das paredes de todos os lugares, bastava estar vivo e safar-se de eventuais objetos arremessados por bípedes tão angustiados quanto este na cozinha. Essa angústia, produto originário da química possível num organismo de sangue quente e neurônios at vacuum, estava lá porque não teria utilidade quando se rastejava pelas paredes.

OUTRAS PIORES

(1) Vinte e Três de Maio
Calor sufocante e o ônibus lotado, rodeado de automóveis abarrotados de um único motorista, ar condicionado e música ambiente.
Alguém lá no miolo do coletivo gritou:
- Se uma ovelha!
Todos gritaram:
- Se uma ovelha!
A mesma pessoa continuou:
- Se uma ovelha lhe contar uma anedota, ria até doer-lhe o diafragma.
Todos repetiram aos prantos.

(2) Praça da Bandeira
Se uma ovelha lhe contar uma anedota, ria até doer-lhe o diafragma, faltar o ar. Ria até sentir ânsia de vômito. Anote a piada. Guarde-a. Afaste-se da pessoa e entenda de uma vez por todas que os melhores contadores de história são os lobos, hienas e coiotes. Não nessa ordem, mas nessa direção.

(3) A Peça, Dois Atos e Nada de Pausa
Campainha blimblom. Desci as escadas correndo com a cena inteira pronta na cabeça. Bastava teclar algumas centenas de letras, sinais gráficos e espaços para depois continuar do mesmo jeito até achar que deram as duas horas de ação e díálogos que meia dúzia de cinquenta sentados resolveram assistir para divertir-se, mesmo sendo uma tragédia com dois atos e nada de pausa.

A boa desgraça é sempre a que nos contam, não a que protagonizamos, agonizamos.

Pois bem, te digo que essa peça está salva num limbo entre a razão e um tiro de escopeta com o cano machucando o palato e espremendo a língua dos infelizes. Depois falam “que azar, meu deus”.

Exatamente no momento em que eu descia as escadas, caiu um raio aqui perto, a luz da casa apagou-se, abri a porta e eram dois mórmons, ambos de terno, um de óculos, outro de bigodinho adolescente e nós três olhando para o céu. Quando lembrei do texto da peça, à velocidade da luz, da luz do céu e da luz cujas contas debitam todo mês, os trinta e cinco mil demônios medrosos dos mórmons queimaram o computador e a minha fé em fundamentalistas e ateus.

Nei Schimada, 43, punk, poeta e dekassegui, escreve de Hamamatsu shi - Japão. É blogueiro da

Estrovenga dos Corsários Efêmeros. Leia mais em:
PAULISTANO QUE É PAULISTANO NÃO CHORA
ROBERTOS, CARLOS
TODO IMIGRANTE É A PULGA ATRÁS DA ORELHA
FUNICULI FUNICULÁ NA VIRADA CULTURAL
DEMAGOGIA FRANCA
QUEM TE VIU, QUE TE VÊ
A GALÁXIA DOS AFÔNICOS
NATSUKASHI
SILÊNCIOS
O PATO
JANELA DE COZINHA
LA MISTICA, CAPISCI?
ESPERANDO ROSA
ANHANGABAÚ
FELIZ ANIVERSÁRIO, MINHA TERRA

15 de jun de 2009

CORES DO CENTRO

São Paulo lado A,B,C,D…

Por Gladstone Barreto

Clique para ampliar
Acesse mapa ampliado da região

Prédio colorido na rua Comenador Afonso Kherlakian, próximo das ruas Comendador Abdo Schahin e 25 de Março, zona central paulistana (veja o mapa da região).

Foto: Gladstone Barreto

13 de jun de 2009

ACONTECE EM SP – PARADA LGBT E EVENTOS PARALELOS DEVEM ATRAIR 400 MIL TURISTAS

Notícias da PrefeituraAcesse o site oficial da Parada do Orgulho LBGT

“A 13ª edição da maior Parada do Orgulho LGBT do mundo será no dia 14 de junho, na avenida Paulista. Estima-se que os 400 mil turista do ano passado devam comparecer neste ano, o que movimenta cerca de R$ 190 milhões. Veja a lista de atividades.

O turismo GLS é um segmento que cresce no mundo todo e movimenta fortemente a economia dos destinos caracterizados pela diversidade, uma das facetas mais marcantes da capital paulista. "São Paulo é a cidade de todos os povos, de todas as tribos. Uma metrópole que não exercita a palavra discriminação", define o presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), empresa de promoção turística e eventos do Município.

Além de um leque de opções de cultura e lazer voltadas para esse público, a Cidade fixou em seu calendário de eventos a maior Parada do Orgulho LGBT do mundo, que no dia 14 de junho tomará a avenida Paulista em sua 13ª edição. Cerca de 400 mil turistas participaram do evento no ano passado, número que deve repetir-se este ano, pela estimativa da SPTuris.
Esses turistas movimentam cerca de R$ 190 milhões na economia da Cidade. "E, segundo nossas pesquisas, esse é um público exigente e que não mede gastos para aproveitar o que há de melhor em São Paulo", comenta o presidente da SPTuris.

A parada é, no entanto, o auge das comemorações do Mês do Orgulho LGBT, promovido pela Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOLGBT) com apoio da Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria de Participação e Parceria, com o objetivo de chamar a atenção para reivindicações dessa comunidade. A programação inclui uma série de atividades paralelas, que este ano serão orientadas pelo tema "Sem Homofobia, Mais Cidadania - Pela Isonomia dos Direitos!" Entre as atrações, abertas ao público, estão debates sobre o contexto social, profissional e familiar dos homossexuais. Essas "mesas-redondas" se estendem até o dia 19 de junho.

A Semana do Orgulho Gay, que ocorre entre 10 e 14 de junho, conta também com eventos políticos, exposições temáticas, dezenas de festas, entre outras atividades. E nesta quinta-feira, dia 11, o Vale do Anhangabaú será palco da 9ª Feira Cultural LGBT, que das 11h às 22h terá mostras, performances, apresentação de DJs e outras atrações com a participação de entidades ligadas ao segmento. Também se repete este ano o Gay Day, no dia 13, que pela nona vez leva uma série de surpresas ao Playcenter.

A programação inclui a consagrada homenagem a personalidades e ações culturais que valorizam a cidadania e os direitos humanos. A 9ª edição do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade terá a participação do público na indicação dos premiados. A lista completa de atividades da 13ª edição do Mês do Orgulho LGBT está na internet.

Parada também é vitrine de São Paulo para agentes de viagens

Pela terceira vez este ano, a São Paulo Turismo e o São Paulo Convention & Visitors Bureau realizam o programa "São Paulo Meu Destino", desta vez trazendo para a Parada LGBT 18 agentes de viagem e dois jornalistas das capitais de nove Estados (Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Recife, Brasília, Fortaleza, Manaus, Belo Horizonte e Rio de Janeiro) para conhecer a Cidade e capacitá-los a promover o destino para o segmento GLS.

O grupo ficará em São Paulo de 12 a 15 de junho e fará um roteiro que inclui pontos turísticos tradicionais, locais para compras e atividades culturais, além da parada e outras atividades gay friendly. A ação terá como parceiros a TAM Linhas Aéreas, a TAM Viagens e o hotel Golden Tulip Paulista Plaza.

Guia GLS reúne atrações do segmento em São Paulo

Os milhares de visitantes que vêm a São Paulo para curtir as atrações do Mês do Orgulho LGBT terão mais um incentivo: um guia especializado com sugestão de bares, lojas, bistrôs, cafés, shopping centers, feiras, restaurantes e clubes gay friendly, além do roteiro com os principais pontos turísticos de interesse geral, mapas, calendário de eventos e informações sobre a Cidade, como transporte, endereços e telefones úteis.

O Guia Gay São Paulo 2009 - resultado de uma parceria entre a SPTuris, a Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual (Cads) da Secretaria Municipal de Participação e Parceria, a Associação Brasileira de Turismo GLS (Abrat GLS) e a revista A Capa - terá tiragem de 25 mil exemplares e será editado em português e inglês.

A distribuição gratuita será feita durante a parada, nas Centrais de Informação Turística espalhadas pela Cidade (incluindo Aeroporto de Guarulhos e Terminal Rodoviário do Tietê) e estabelecimentos parceiros. Em breve será disponibilizada também uma versão para download no site oficial de turismo da capital paulista

Fonte: Portal da Prefeitura Municipal de São Paulo

LISTA DE TRIOS DA 13ª PARADA DO ORGULHO LGBT

Notícia da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

paradagayhome A APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo) anuncia a lista oficial de trios elétricos que farão parte do trajeto da 13ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que ocorre no próximo domingo, 14 de junho, a partir das 12h, na Avenida Paulista. A manifestação, que neste ano traz o tema “Sem Homofobia, Mais Cidadania – Pela Isonomia dos Direitos!”, contará com 20 trios, com destaque para o da campanha “Não Homofobia!”.

Entre os 20 trios que partirão da Avenida Paulista, na altura do vão livre do MASP (Museu de Artes de São Paulo) em direção à Praça Roosevelt, na Rua da Consolação, estão representadas diversas organizações de cunho social, entidades governamentais e empresas. Haverá o trio em reivindicação à aprovação da parceria civil para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, e o último que a APOGLBT reserva para fazer uma homenagem.

Mas o destaque deste ano é o trio da campanha “Não Homofobia!”. O 1º na ordem de partida, estacionará na esquina da Rua Augusta com Avenida Paulista, onde fará coleta de assinaturas para o abaixo-assinado que visa mobilizar a população e pressionar o Senado a aprovar o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/06, que criminaliza a homofobia em âmbito nacional. O trio é o resultado da parceria entre APOGLBT e a ONG carioca Grupo Arco-Íris, que lançou a campanha em outubro de 2008, durante a 13ª Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro, e tem o objetivo de acumular 1 milhão de assinaturas até outubro próximo.

Devido às obras da linha 4-Amarela do metrô, neste ano os trios estarão posicionados do lado esquerdo da Avenida Paulista, em sentido de contramão, para possibilitar a manobra dos carros no momento da curva para Rua da Consolação, onde eles voltam ao sentido correto.

A partir das 10h, começa a concentração do público para a 13ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e 12h haverá o Ato de Abertura. Para mais informações, programação completa e dicas de segurança, acesse o site www.paradasp.org.br.

Confira a lista de trios elétricos e cada posição:

01- Não Homofobia!
02- APOGLBT – trio oficial
03- Ministério do Turismo
04- Disponível.com
05- 155 Hotel
06- Parceria Civil JÁ!
07- UGT (União Geral dos Trabalhadores) / SECSP (Sindicato dos Comerciários)
08- CADS (Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual - SP)
09- Prefeitura da Cidade de São Paulo
10- CRP (Conselho Regional de Psicologia)
11- CUT (Central Única dos Trabalhadores)
12- SEESP (Sindicato dos Enfermeiros)
13- APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo)
14- ABCD’s (Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual)
15- Agência TOP
16- Banda do Fuxico
17- Salete Campari
18- CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
19- Guia São Paulo de Bolso
20- APOGLBT – Homenagem

Fonte: Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo

COMUNICADO – FFLCH-USP

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

clip_image002

COMUNICADO

“Diante da gravidade dos acontecimentos ocorridos no campus da USP, na tarde de 09/06/2009, a Direção da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, as chefias de Departamentos e as Presidências das Comissões Estatutárias, reunidas em 10/06, vêm a público para manifestar o seguinte:

1. Por volta das 17hs, mesmo com a tentativa de mediação da direção da FFLCH junto ao comandante do efetivo da PM, bombas de efeito moral foram atiradas sobre o estacionamento do prédio de Geografia e História, tendo seus gases invadido o edifício, onde se encontravam muitos professores, alunos e funcionários de nossa unidade.

2. Independente das causas que tenham originado tal atitude, esta se constituiu numa agressão física e moral à Faculdade. Não podemos aceitar passivamente um ato violento que agrida um espaço que foi constituído para o pensamento e reflexão.

3. Inquieta-nos o fato de ser a primeira agressão direta sofrida pela faculdade desde 1968. Acreditamos ser urgente encontrar formas de reabrir o diálogo de modo a permitir que os meios tradicionais e próprios da comunidade universitária de resolver conflitos se imponham sobre a força.

4. A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas em seus 75 anos de história conseguiu se transformar num patrimônio cultural do Brasil. É responsabilidade de todos nós, professores, alunos e funcionários da USP, encontrarmos meios de afastar todas as formas de violências do campus para preservar a Universidade como um espaço plural e democrático de geração e transmissão do saber.

clip_image001

Profa. Dra. Sandra Margarida Nitrini
Diretora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Veja também
Enquanto isso na Universidade de São Paulo
Manifestação na USP: show de truculência da PM paulista
Artigo do jornalista Celso Lungaretti: Senhor Cidadão, que vida amarga
Charges de Carlos Latuff: “Governador José Serra: aí que saudades da ditadura…