5 de nov de 2009

GEISY, O VESTIDO CURTO E A HIPOCRISIA BRASILEIRA

Reflexões urbanas


Por Flaviana Serafim

Hipocrisia, descontrole, violência, barbárie. Um simples vestido rosa usado por Geisy Arruda, aluna de turismo da UNIBAN, desencadeou uma reação medonha numa faculdade inteira. Cerca de 700 estudantes, celulares em punho, xingaram e destilaram seu ódio sobre uma jovem de 20 anos que precisou de escolta da PM para sair do campus no ABC paulista.

No país do carnaval, das mulatas, das capas de revista com mulheres seminuas – ou efetivamente nuas –, das “globais” siliconadas na novela das oito, onde vivemos sob intensCentenas de alunos ocupam corredores para ver o vestido o sol e calor, e com praias recheadas de popozudas, o vestidinho de Geisy foi considerado excessivamente curto. Flores de falsa moralidade crescendo em galhos hipócritas de árvores tão jovens… Que tristeza…

Será que os jovens estudantes da UNIBAN nasceram de sementes mofadas, deixadas pelo ex-presidente Jânio Quadros (que pegou sua vassourinha para varrer os biquinis das praias e dos concursos de miss)? Aqueles homens que xingaram Geisy talvez nunca tenham visto uma moça de vestido curto. E as mulheres provalmente nunca tenham us ado uma mini saia, uma blusa acima do umbigo, uma calça de cintura baixa, um decote qualquer. Improvável, não?

Discutindo a cena lamentável a que foi submetiva Geisy Arruda, um colega comentou que a exposição exagerada de algumas mulheres merece terapia porque estaria ligada à problemas de auto-estima, ausência de afeto e atenção.

Outra amiga afirmou que “mulher perua” deve estar preparada para assumir suas “ousadias”, assim como as reações diversas que despertará em homens e mulheres. Questionando se estas explicações justificam a execração pública da jovem, ambos se calaram. E admitiram que não há nada, nadinha, que dê razão à atitude louca dos alunos da UNIBAN diante de um mero vestido curto.

Acredito que só Freud explica essa espécie de catarse coletiva e pública, misturada à uma boa dose de histeria. Sem mais, nem menos, um vestido rosa transformou a jovem Geisy na “Geni” da UNIBAN, aquela “feita pra apanhar” e “boa de cuspir”, como diz a composição de Chico Buarque. O que provocou uma onda tão agressiva, deixando centenas de alunos insandecidos? Um vestido curto?

Como se não bastasse aquele momento traumatizante, com Geisy saindo escoltada da faculdade, sob xingamentos e até ameaça de estupro, as cenas desse dia de fúria caíram no mundo via internet, You Tube, em frases nojentas no Twitter, Orkut e em blogs (algumas retiradas do ar recentemente).

Outras centenas de alunos acompanham a saída de Geisy Arrruda do campus da UNIBAN. Imagem de vídeo do YouTube, sem autor identificado
Ação, reação, reversão
Se alguém se incomodou com Geisy querendo “causar” com seu vestidinho dentro da UNIBAN, agora vai ter que aguentar a moça ganhando espaços enormes em programas de televisão, na internet, e nos veículos impressos Brasil afora.

Em breve, provavelmente, a estudante de turismo estará numa capa de revista, num reality show qualquer, ou – quem sabe? – pode virar personal stylist, cantora, atriz ou apresentadora de TV.

A “Geni” da canção do Chico Buarque se deu mal e voltou à execração popular depois da partida do “zepelin prateado”. Mas Geisy tem mais é colocar seu vestitinho rosa e aproveitar. Tem que “causar” arrependimento naqueles que a hostilizaram, processando os alunos que fomentaram tamanha agressividade, e a própria UNIBAN - cujo reitor afirmou que não existem motivos consistentes para expulsão de estudantes (claro, porque, caso contrário, não sobraria muita gente numa faculdade que cobra mensalidades a partir de R$ 199).

Para exemplificar o dia de fúria, catarse e histeria dos alunos da UNIBAN, pensei um milhão de vezes se colocaria ou não algum vídeo com o episódio tão lamentável. Por fim, vou deixar a busca das imagens a cargo dos internautas interessados. Prefiro não ser mais uma a expor Geisy ainda mais pelo mundo virtual.
Eu quero é ver Geisy “causando” inveja em seus algozes, à frente da bateria, rainha do samba da falsa moral brasileira.

Flaviana Serafim
, blogueira do São Paulo Urgente, é jornalista e educadora social. Não usa vestidos curtos, mas respeita o direito básico das pessoas se vestirem como quiserem.

Imagens de vídeo disponíveis no YouTube, sem autor identificado

7 comentários:

  1. se referindo a faculdade uniban não é de admirar esse tipo de acontecimento..
    Perde-se os valores nas sociedades do sec. XXI valores que só as gerações anteriores poderiam passar, pais e educadores perderam o contexto de sociabilização e esse processo é fundamental no desenvolvimento individual e social é possivel observar esse defcit que fica na rua da amargura no caso da Geisy, era melhor rever alguns conceitos comportamental.... lá é uma faculdade uma instituição de ensino e não praia.
    Ela fez a ação e teve a reação

    ResponderExcluir
  2. Excelente matéria!
    Embora o episódio tenha sido lamentável, o necessário registro foi impecável! Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Caro comentarista anônimo,

    É certo que a UNIBAN não é nenhuma praia, mas a ação de Geisy Arruda - usar um vestido curto - justifica a reação de 700 alunos - que xingaram, agrediram e desrespeitaram a jovem? Será que a reação dos alunos não foi um tanto desmedida, irracional e idiotizada?

    Agradecemos seu comentário e continue acessando do blog São Paulo Urgente,

    Abraços,

    Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

    ResponderExcluir
  4. Gennnnnnnnnnnte, será que o povo emburreceu de vez? rsrs, ta na cara que o problema todo não foi o tal "vestido", tem algo errado nesta história, claro que não concordo com os xingamentos e a explulsão da moça, mas gente, por favor quantas ja foram e vão de micro saia e decotes provocantes nas faculdades, tem caroço nessse angu eita povinho burro e a mídia que não é burra nem nada deu maior crédito a moça, claro eles tem que ganhar emcima da ignorancia dos que acreditam que a coitadinha causou pelo vestidinho curto.........ahhh me poupem povo.

    ResponderExcluir
  5. Espetacular tua matéria Flaviana.
    Concordo e assino embaixo.
    Se contrariar ou acrescentar algo estarei tentando retocar um Picasso.
    Beijos
    Floh

    ResponderExcluir
  6. OS ALUNOS DESTA UNIVERSIDADE SAO TODOS UNS MATUMBOS E ATRAZADOS, Q ATITUDE +FEIA , A MENTALIDADE DOS ALUNOS FOI +CURTO Q O VESTIDO DA ALUNA GEISY.

    ResponderExcluir
  7. E na verdade ela esta ai "vendendo saúde" e os hipocritas que fizeram toda aquela palhaçada? Dalhe Geise! Muito bom e bem escrito!

    ResponderExcluir

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).