14 de mai de 2010

PREPARA-SE PARA A MARATONA DA VIRADA CULTURAL

São Paulo lado A,B,C,D… Clique para acessar a programação completa da Virada Cultural

Programação da Virada Cultural tem rock, MPB, erudito, reggae, black, soul, samba, rap – não só centro, mas também em museus, teatros, unidades dos CEU’s da prefeitura e do SESC São Paulo em todas as regiões da cidade.

Durma bem na 6ª feira (ou até bem tarde no sabadão), prepare seu casaco para o friozinho paulistano e aproveita a eclética, farta e ótima programação da Virada Cultural deste ano – uma das melhoreFoto: Divulgação - o  fotógrafo onipresentes desde a criação do evento – que acontece nos dias 15 e 16  de maio. Além de ampliada por toda a cidade, a Virada 2010 vem com mudanças muito boas na localização dos palcos muito boas.

Pra quem é fã da animadíssima e aprimorada música cubana, dá pra começar a maratona às 18h00 do sábado na praça Julio Prestes assintindo Barbarito Torres, o virtuoso “rei do alaúde” e remanescente da formação original do Buena Vista Social Club – é dele um solo fantásticFoto: Divulgação - o  fotógrafo onipresenteo de “El cuarto de tula” (clique e ouça no final do post), e da belíssima “El Carretero”.

Aos fãs das boas vozes femininas e com diferentes estilos de MPB, tem Zélia Duncan (21h00) e Céu (meia noite) na Praça Júlio Prestes. Dá pra assistir o show das duas e caminhar até a Praça da República para ver Elza Soares e Sandália de Prata às três da madrugada. Na República, a programação começa às sete da noite com as composições Paulo Vanzolini (que vai cantar “Ronda” e “Praça Clóvis”, sim!), seguido do samba de Nelson Sargento (21h00) e “Baile do Simonal” (23h00) com os filhos do cantor, Wilson Simoninha e Max de Castro.

O palco “Bulevar São João”, no Anhangabaú, foi reservado para para virtuoses da música de diferentes estilos – Hermeto Pascoal (19h00), Airto Moreira (21h00), Broker T (23h00) e por aí – às 11h00 do domingo tem a união “inédita” dos compositores José Miguel Wisnik, Luiz Tatit e Arthur Nestrovsk.

Para os fãs de reggae, o lugar certo é a Alameda Barão de Limeira, com  Orquestra Brasileira de Música Jamaicana às 19h00, Fully Fullwood Band - Tosh Meets Marley (Jamaica), Tribo de Jah às cinco da madrugada, e Big Youth fechando às 19h00 do domingo. 

  E nessa programação eclética, os saudosos e nostálgicos devem conferir o palco da Rua Vieira de Carvalho, no trecho do Largo do Arouche: às 19h00 Arrigo Barnabé apresenta “Caixa de Ódio: o Universo de Lupicínio Rodrigues”; às 21h00 a Banda Desengonçalves faz sua homenagem com “Canções de Nelson Gonçalves”.

E mais: o Foto: Divulgação - o  fotógrafo onipresentecigano rebolante Sidney Magal (1h00) e Luis Caldas revivendo a “Nega do cabelo duro” e “Tieta”, entre outros clássicos desse precursor do axé music às três da madrugada. (Um parênteses: acreditem, internautas – vimos uma outra face do Luis Caldas num programa da Bahia, onde esse moço tocava piano e violão muitíssimo bem. Nem dá pra acreditar, né? Pena que ele tenha optado pelo caminho mais endinheirado – fazer o quê? – da bendita axé music…).

E tem ainda Waldirene – aquela que cantava a tristonha “Ah, eu sou rebelde porque a vida quis assim, porque nunca me trataram com amor”, usando mini saia e botinha (9h00), Jerry Adriani às 11h00 do domingo, Vanusa (15h00) e Wanderléa (17h00). Naftalina na véia – ops – na veia! 

Por fim, para os roqueiros o lugar certo é o palco na Av. São João, próximo ao cruzamento com a Av. Ipiranga: no domingo tem Pitty acordando o povaréu às 9h30; Raimundos às 13h00; Arnaldo Antunes (15h30) e Titãs às 17h30.

Acesse o site oficial e confira a programação completa da Virada Cultural 2010:
http://viradacultural.org/

Clique e ouça:
“El Cuarto de tula” – Buena Vista Social Club

“A Carne” – Elza Soares

“Lenda” – Céu

“Praça Clóvis” – Paulo Vanzollini

Por: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).