30 de jan de 2009

ESCULTURA RESTAURADA, MAS JOGADA "NO NADA"

S.O.S.São Paulo - A cidade em nossas mãos

A belíssima escultura “Depois do Banho”, do artista ítalo-brasileiro Victor Brecheret (1894-1955), instalada no Largo do Arouche desde a década de 30, está na lista de obras públicas esquecidas na cidade de São Paulo. Não dá pra acreditar, mas “Depois do banho” está entre 30 monumentos restaurados pelo Grupo Votorantim em comemoração aos 90 anos da empresa.

O grupo, parceiro do programa “Adote uma obra artística” da Prefeitura de São Paulo, e patrocinador da Associação Viva o Centro, divulgou as restaurações amplamente em agosto de 2008. Até um site foi criado - www.trintahomenagens.com.br – com a promessa de permitir aos cidadãos o acompanhamento deste projeto. Em 08/08/2008, o próprio Grupo Votorantim publicou nota em seu site:

"Além do restauro, as obras adotadas pelo Projet
o 'Trinta Homenagens' da Votorantim, contarão com sinalização, para ressaltar sua importância histórica, manutenção periódica e segurança. Entre as escolhidas, estão alguns dos cartões postais da cidade, como o Monumento às Bandeiras, no Ibirapuera, e a escultura Depois do Banho, na região central, criadas pelo artista italiano Victor Brecheret" (confira íntegra da nota).

A escultura está em boas condições, foi restaurada e recebeu a devida placa de identificação do artista (que havia sido retirada). O único problema é que o Grupo Votorantim criou um projeto que cuida do monumento, mas ignora o entorno! Isso é arte pública!!!

É óbvio que a empresa não tem que se responsabilizar por praças inteiras, mas tem, sim, a obrigação de cuidar da manutenção desses espaços, numa ação integrada com a Prefeitura e parceiros. Ou, então, criar um projeto que efetivamente contemple “o todo” e não só a obra... De que adianta restaurar, se o projeto ignora o local onde o monumento está instalado?

A iniciativa do Grupo é ótima, sem dúvida. Porém, mal planejada, sem qualquer integração com a subprefeitura, moradores ou outras empresas. Assim, fica até feio deixar uma placa da Votorantim ao lado da escultura, não acham? Quem passa, olha e pensa na mesma hora: a placa é só enfeite. Parece que nada ali foi realmente restaurado.

O Largo do Arouche deveria emoldurar, valorizar a escultura, atrair visitantes. Mas, como se vê, as fotos falam por si. "Depois do banho" a escultura de Brecheret foi jogada no nada.

Conheça o mapa de obras públicas de Vitor Brecheret (PDF)



Texto/fotos: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

Um comentário:

  1. Hélio Berotolucci Jr.2 de fevereiro de 2009 14:57

    Parabéns pelo texto e fotos.

    Gostaria de lhes apresentar nossos trabalhos.

    www.saopauloabandonada.com.br

    e

    www.saopaulorestaurada.com.br

    Abs,

    Hélio

    bertoluccijr@gmail.com

    ResponderExcluir

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).