29 de abr de 2009

O FIM DO FURA-FILA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Reportagem da Folha de S.Paulo de hoje destaca uma sábia, mas tardia decisão, da administração municipal: o fatídico, maldito, mal planejado e ridículo projeto do “Fura-Fila”, herança da catastrófica gestão Paulo Maluf-Celso Pitta, não será mais um corredor exclusivo para ônibus. Em seu lugar, ficará um tipo de metrô leve (Veículo Leve sobre Trilhos –Obra do Expresso Tiradentes. Foto da Agência Folha. Clique para ampliar VLT), operado pelo Metrô e garantindo real agilidade no transporte de passageiros.

A mudança tem base num estudo entregue em dezembro passado a Secretaria de Transportes Metropolitanos, relatando que, pelo projeto original, o atual Expresso Tiradentes já chegaria completamente saturado à zona leste. Substituindo os ônibus pelo VLT, aumentaria não só a capacidade do transporte, como sua agilidade.

Com a mudança, o tempo de viagem entre a Cidade Tiradentes, no extremo leste paulistano, e a região central será de 50 minutos. Hoje, no corredor exclusivo, o trajeto leva duas horas. Fora do corredor, mais de 3 horas! Como é sofrido viver nessa cidade…

O projeto será transferido para o governo estadual, com repasse de R$ 1 bilhão do município previstos para investimentos em obras do metrô.

Como ressalta a reportagem da Folha, depois de 11 anos da novela Fura-Fila (depois “Paulistão”, na gestão Marta Suplicy), já foram gastos R$ 950 milhões dos NOSSOS bolsos para construir só 10,7 km dos 33 previstos – ou seja, ainda faltam 22 quilômetros para conclusão e serão gastos outros R$ 2,3 BILHÕES!!! Quando tudo ficará pronto? A previsão é 2012.

Especialistas em Governador José Serra  e prefeito Gilberto Kassab anunciam mudanças no Expresso Tiradentestransportes consultados pelo jornal, como o professor Jaime Waisman (Universidade de São Paulo), e o consultor Luiz Celio Bottura, dividem opiniões sobre a mudança. Para Waisman, a medida é positiva, para Bottura “dá na mesma coisa”.

Já o consultor em transportes Horácio Augusto Figueira mostrou preocupação com a alteração do projeto e comentou: "A sensação que me dá é que não teve planejamento adequado para a demanda ou não sabiam o que fazer com o resto do Fura-Fila. Parece um quebra-galho".

Agora, pode parecer tarde para nós, cidadãos, reclamarmos. O projeto está aí e nós pagaremos a conta. Mas fica uma boa lição para todos. Depois do mar de lama e corrupção da gestão Celso Pitta (e de seu padrinho, Paulo Maluf), tomara que o povo dessa cidade não mais se iluda com promessas esdrúxulas de campanha eleitoral.

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto. Fotos: Agência Folha/site oficial do Governo do Estado de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).