20 de out de 2009

CASSADOS NUM DIA, IMPUNES NO OUTRO

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Durou pouco. Nem deu tempo para o paulistano comemorar, acreditando que a Justiça Eleitoral tomou uma decisão correta ao cassar o mandato de 13 vereadores - todos acusados pelo recebimento de alguns milhões em doações ilegais da Associação Imobiliária Brasileira (AIB).

A AIB é apontada como entidade de fachada – à frente, estaria o SECOVI, fortíssimo sindicato do setor imobiliário. A cassação é fruto de uma representação do Ministério Público Estadual, que pediu revisão das contas de campanha dos acusados.

Na 2ª feira…
…o juiz Aloisio Sérgio Rezende Silveira, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, cassou e tornou inelegíveis por três anos os seguintes vereadores (com acesso ao site oficial, para quem quiser se manifestar):

Carlos Apolinário, Domingos Dissei, Marta Costa e Ushitaro Kamia (todos do DEM, partido do prefeito Gilberto Kassab); Adolfo Quintas, Carlos Alberto Bezerra Jr., Claudinho, Dalton Silvano, Gilson Barreto e Ricardo Teixeira (do PSDB, partido da base aliada); Abou Anni do PV; Adilson Amadeu, do PTB; e o legendário Wadih Mutran, do PP (lembram do Mutran na época do prefeito Celso Pitta e da Máfia dos Fiscais? Acreditem, hoje ele é corregedor da Câmara…)

Sobrou até para Quito Formiga, suplente em exercício no lugar de Marcos Cintra (PR), atual secretário municipal do Trabalho.

E na 3ª feira…
Hoje, o mesmíssimo juiz suspendeu a cassação de Abou Anni, Adilson Amadeu, Quito Formiga e – olha ele de novo! - Wadih Mutran. A suspensão, que pode se estender aos outros nove vereadores, é válida até que os recursos impetrados pelos parlamentares sejam julgados no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Vai entender…

Leia na íntegra a decisão do TRE-SP suspendendo a cassação

Amanhã…o que será?
Por motivos óbvios, a legislação eleitoral proíbe que sindicatos façam doações deste tipo. E olha que o financiamento de campanhas por grandes empresas já dá pano pra manga, apesar de ser considerado legal. Ou alguém aqui pensa que uma empreiteira dá dinheiro aos políticos a troco de nada?

No Brasil, as doações para campanhas eleitorais são uma espécie de suborno antecipado. Viraram uma praxe, um “clássico” da falta de ética que, futuramente, nós é que pagaremos.

Como ninguém sabe o que acontecerá amanhã, é bom conhecermos a carinha dos 13 acusados. Passe o mouse sobre a imagem para saber o nome do vereador e clique na foto se quiser acessar o site e contatar o parlamentar.

Carlos ApolinárioDomingos DisseiUshitaro KamiaAdolfo Quintas

Carlos Bezerra Jr.Claudinho VereadorAdilson AmadeuMarta CostaRicardo Teixeira

Gilson BarretoDalton SilvanoiWadih Mutran Quito FormigaAbou Anni

E depois de amanhã…
Os parlamentares acima são apenas alguns dos acusados de recebimento ilegal de doações, porque há outros casos sem sentença e, pelo jeito. vai sobrar pra todo mundo – base aliada e oposição também.

De acordo com o Ministério Público do Estado de de São Paulo, estão no alvo as contas de campanha dos seguintes vereadores: Antonio C. Rodrigues (PR), Arselino Tatto (PT), Donato (PT), Eliseu Gabriel (PSB), Gilberto Natalini (PSDB), Ítalo Cardoso (PT), João Antônio (PT), Jooji Hato (PMDB), José Américo (PT), José Police Neto (PSDB), Juliana Cardoso (PT)
Mara Gabrilli (PSDB), Marco Aurélio Cunha (DEM), Milton Leite (DEM)
Paulo Frange (PTB), Roberto Tripoli (PV) e o suplente Edir Sales (DEM).

Saiba mais:
Íntegra da decisão do TRE-SP suspendendo a cassação
Site oficial da Câmara Municipal de São Paulo
Site oficial do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo
Site oficial do Ministério Público do Estado de São Paulo

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto – Imagens: sites oficiais dos vereadores/Câmara Municipal de São Paulo

2 comentários:

  1. Luis carlos Sampaio21 de outubro de 2009 07:17

    Chama o marcineiro...Para cortar os cara de Pau.

    ResponderExcluir
  2. Mauro Paes Carvalhal26 de outubro de 2009 13:03

    O Brasil só não anda porque ao invéz de trabalhar as pessoas ficam se preocupando com os Poderosos deixa eles prá lá vamos pegar no batente gente!!!

    ResponderExcluir

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).