18 de nov de 2009

MOVIMENTO NOSSA SÃO PAULO DIVULGA INDICADORES DE BEM-ESTAR NA CIDADE

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

image
Igualdade no acesso à educação, conservação dos espaços públicos, geração de trabalho para a população com maior necessidade, cultura de paz e recusa à violência. Estes são alguns itens apontados pelos paulistanos, maiores de 16 anos, entre os mais representativos para a qualidade de vida na cidade, de acordo com resultado da consulta pública Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (IRBEM), divulgada pelo Movimento Nossa São Paulo.

A pesquisa, com 24 temas abordados por meio de questionário on line, vai nortear as ações de empresas, organizações e governo para melhorar a qualidade de vida na Capital em áreas como habitação, lazer, saúde, transporte, trabalho, educação, assistência social, acessibilidade às pessoas com deficiência, valores pessoais e sociais entre outros.

Pela amostragem, fica claro que o desejo dos cidadãos por maior qualidade de vida está bem distante das políticas públicas implementadas atualmente.

Na questão da habitação, por exemplo,  a reurbanização de favelas é o item mais citado para 43,53% dos entrevistados. Em relação ao meio ambiente, ter coleta seletiva no bairro é o terceiro item mais citado (41,06%).

Pelos índices, e considerando apenas habitação e meio ambiente, percebe-se a ausência total de projetos e iniciativas concretas dos governos, mas não o anseio dos cidadãos por mudança. Novidade… 

Destacamos alguns temas com os três indicadores mais citados (pelos maiores de 16 anos), entre outros, na pesquisa IRBEM. Clique aqui para acessar todos os resultados da consulta pública. 

Valores pessoais e sociais  
Cultura de paz e recusa à violência 50,91%
Solidariedade: espírito de grupo e respeito ao outro e à vida 47,57%
Responsabilidades compartilhadas, consciência do coletivo 39,37%
Acessibilidade para pessoas com deficiência  
Transportes públicos adaptados 63,48%
Espaços de uso público adaptados 47,98%
Calçadas adaptadas 44,94%
Assistência social  
Geração de trabalho para a população com maior necessidade 60,57%
Serviço clínico e terapêutico à população com maior necessidade 38,03%
Abrigamentos para a população de rua 30,77%
Desigualdade social  
Igualdade no acesso à educação 58,84%
Igualdade no acesso ao serviço de saúde 55,31%
Igualdade no acesso à oportunidade de trabalho e emprego 39,89%
Educação  
Existência de profissionais de educação qualificados em todas as escolas 50,40%
Vagas em creches, pré-escolas e escolas em locais próximos à sua moradia 40,06%
Envolvimento da família na educação dos filhos 36,40%
Habitação  
Reurbanização de favelas 43,53%
Ofertas de planos habitacionais para todas as faixas salariais 41,07%
Criar soluções para moradias em áreas de risco 39,34%
Meio ambiente  
Boa qualidade do ar 57,74%
Despoluição e preservação de rios, lagos e represas 55,76%
Ter coleta seletiva em seu bairro 41,06%
Mobilidade  
Ampliação da rede de metrô 50,13%
Soluções para diminuir o trânsito da cidade 42,85%
Diminuição do tempo de espera nos pontos de ônibus 41,93%
Saúde  
Diminuição do tempo de atendimento para consultas 46,51%
Cuidados com a saúde 45,20%
Cuidados com sua alimentação 44,27%
Segurança  
Segurança na cidade 56,06%
Segurança em seu bairro 37,19%
Ronda policial 34,23%
Transparência e participação política  
Punição à corrupção 49,48%
Publicação dos gastos, despesas e investimentos públicos 48,71%
Honestidade dos governantes 46,24%
Fonte: Movimento Nossa São Paulo  

Numa segunda etapa, o Movimento Nossa São Paulo aplicará pesquisa Ibope a partir dos itens mais citados na primeira parte da pesquisa sobre qualidade de vida, verificando qual o nível de satisfação e valorização dos paulistanos em relação a cada item.

A divulgação do conjunto de indicadores está prevista para 19 de janeiro de 2010, datá próxima ao dia 25, aniversário de São Paulo.

Saiba mais:
Movimento Nossa São Paulo

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).