10 de fev de 2009

PARQUE BUENOS AIRES É OÁSIS DA REGIÃO HÁ 96 ANOS

SOS São Paulo - A cidade em nossas mãos

"No ano de 1912, a Prefeitura de São Paulo desapropriou uma área na região central, na qual criou, em maio de 1913, a Praça Higienópolis. Em setembro do mesmo ano, o espaço teve seu nome alterado para Praça Buenos Aires.

Em 1916 as obras da praça foram concluídas e ela foi entregue à população com mirante, espelho d'água, esculturas e cercamento. A criação dessa praça teve como objetivo preservar a vista sobre o Vale do Pacaembu. O projeto foi criado pelo francês Bouvard, incluindo uma elevação central com mirante onde foram instalados telescópio e espalho d'água que davam frente para a Avenida Angélica.

Somente em dezembro de 1987 o local foi transformado no Parque Buenos Aires, tal qual o conhecemos hoje. A principal característica do Parque é ser uma ilha de tranqüilidade e de contato com a natureza em meio à massa compacta de edifícios da área central da cidade.

Flora
O Parque possui jardins, alamedas e gramados, com destaque para palmeiras, guapuruvus, figueiras-benjamin, ligustrum, alfeneiro e um jequitibá-rosa com 40 m de altura. São também encontradas espécies nativas como embaúbas, canelas, sibipirunas, além de pitangueiras, amoreiras, acabateiros, goiabeiras e mangueiras.

Fauna
Pardais, tico-ticos, sabiás-laranjeira, sanhaços, periquitos verdes e pombos, aves tipicamente urbanas, são a base da fauna do Parque.

Arte no parque
O Parque conta com esculturas de destaque, entre elas uma de autoria de Caetano Fracaroli, chamada "Mãe", que foi vencedora de um concurso nacional sobre o tema no ano de 1964. Esculpida em um só bloco de mármore, pesa 24 toneladas e foi instalada em frente ao espelho d'água.

Outras esculturas importantes espalhadas pelo Parque são: "O Tango", de Roberto Vivas, esculpida em bronze e granito no ano de 1996; "Veado Atacado" e "Leão Atacado", ambas vindas da França e executadas em bronze pela Frondies d'art ou Val d'cane; os bustos de Firmino Pinto, ex-prefeito de São Paulo, e do pensador argentino Rivadávia, inaugurado em 1945 em homenagem ao seu centenário.

Completam o cenário do Parque luminárias inspiradas na arte grega, confeccionadas em ferro fundido com cúpulas de alabastro. Estas luminárias datam de 1929 e eram encontradas também nas ruas de São Paulo".

Parque Buenos Aires Avenida Angélica, s/nº (altura do nº 1.500) – Higienópolis
Fone (11) 3666-8032
Horário de Funcionamento: das 7h às 19h

Fonte: Secretaria Muncipal do Verde e Meio Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).