26 de mar de 2009

EM CARTAZ: FESTIVAL DE DOCUMENTÁRIOS “É TUDO VERDADE”

Povos de São Paulo, tribos do mundo

Aproveite a programação maravihosa e
gratuita, nos cinemas de SP até 5 de abril

Começou ontem (25.03) – e vai até 5 de abril - o maravilhoso, fantástico e gratuito 14º FesAcesse o site do É Tudo Verdadetival Internacional de Documentários, o É Tudo Verdade. Com produções nacionais e internacionais apresentadas no Cinesesc, Centro Cultural Banco do Brasil, Cinemark Eldorado, Cinemateca e Cinusp Paulo Emílio, é programa imperdível para o fim de semana.

Criado em 1996 pelo crítico Amir Labaki, o É Tudo Verdade é maior evento latinoamericano dedicado exclusivamente aos documentários.

Aliás, tem surgido no Brasil um público fiel ao documentário e as produções crescem a cada ano – principalmente depois de Notícias de uma guerra particular, do João Moreira Salles e Katia Lund, em 1999 (não assistiu ainda??? Dá pra ver alguns trechos no YouTube, mas vale a pena alugar – em São Paulo, só na videolocadora 2001. Ainda é difícil encontrar em outros lugares…).

Por conta da crise internacional, este ano o festival foi divido – a mostra competitiva é essa que acontece agora, até 5 de abril, e depois, no segundo semenstre, acontecerá a mostra informativa.

Consulte a programação do 14º É Tudo Verdade e não perca tempo. Nem espere o fim de semana. Arruma uma desculpa pra sair mais cedo do trabalho, larga tudo em plena tarde, sem culpa nenhuma, e vá. Assista toda as sessões, das 15h00 às 21h00.

Conhece Avi Mograbi?
O documentarista israelense Avi Mograbi é convidado principal do festival em 2009 (e também da 9ª Conferência Internacional de Documentário, a partir de 1º de abril em SP) e apresenta Z32: como informa a sinopse:

Z32’ é o nome de um dos 300 arquivos guardados na Shovrim Shtika, uma organização israelense que coleta testemunhos de soldados que serviram nos t erritórios ocupados a partir de 2000, ano da Segunda Intifada. Este arquivo relata uma operação de vingança, em que dois policiais palestinos foram mortos por soldados israelenses. O diretor encontra um desses soldados mas a filmagem implica superar vários desafios. O primeiro deles: o soldado não quer mostrar seu rosto diante da câmera. Depois, ele questiona os métodos do cineasta, que então o estimula a filmar-se a si mesmo, em sua rotina privada. Finalmente, entra em cena a personagem da namorada do soldado, uma pacifista com quem este mantém discussões acirradas. Sua participação introduz no filme, além da questão da legitimidade da guerra, os limites dos relacionamentos e a diferença entre os sexos”

“Z32” estará em cartaz no Cinesesc (29.03, às 19h00, e 03.04, às 19h00) e no CCBB (31.03, às 17h00, e 01.04, às 13h00).

14º Festival Intarnacional de Documentários É Tudo Verdade/It´s all True
De 25 de março a 05 de abril
Entrada franca
Confira a programação:
Cinesesc
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB
Cinemark Eldorado
Cinemateca
Cinusp Paulo Emílio

Acesse o site do É Tudo Verdade
Se você tem tv a cabo, veja também produções de outras edições do É Tudo Verdade no Canal Brasil (canal 66)

Texto: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).