16 de dez de 2009

COM CORTE DE R$ 1 BI, CÂMARA APROVA ORÇAMENTO 2010

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Milton Leite (DEM). Foto: RenattodSousa O Orçamento 2010 foi aprovado ontem (15/12) pela Câmara Municipal, com um total de R$ 27,89 bilhões - R$ 1 bi a menos do que a proposta apresentada anteriormente pelo vereador Milton Leite (DEM), relator do projeto. Na segunda votação, foram 42 votos a favor e 13 contra a aprovação.

Pela proposta inicial, o orçamento seria de R$ 28,1 bilhões, já contando com o aumento de arrecadação proveniente do IPTU (R$ 544 milhões) e com a amplicação do Programa de Parcelamento Incentivado (R$ 200 milhões). Como os dois projetos foram aprovados recentemente, ficaram de fora da segunda votação do orçamento, explicou Milton Leite em reportagem do Movimento Nossa São Paulo.

De acordo com informações do site do Movimento, o Orçamento 2010 prevê R$ 5,9 bilhões para educação; R$ 4,4 bi para saúde, R$ 919 milhões para a Secretaria Municipal de Transportes, R$ 399 mi para a Câmara e outros R$ 126 mi para publicidade.

Vereadores na sessão que aprovou o Orçamento 2010. Foto: RenattodSousa Aqui no blog, gostaríamos de colocar mais detalhes sobre o orçamento aprovado, mas, infelizmente, o site da Câmara Municipal paulista tem atualização demorada e um conteúdo dessa importância ainda não está disponível.

Os vereadores da oposição reclamaram dos R$ 126 milhões para propaganda da prefeitura. “É um gasto abusivo, se comparado com os R$ 25 milhões que serão aplicados nas áreas de risco da periferia”, afirmou Donato (PT).

O governista Floriano Pesaro (PSDB) explicou que serão gastos mais de R$ 500 milhões em áreas de risco, e defendeu a verba publicitária: “O que a oposição chama de publicidade é na verdade serviço de utilidade pública”, declarou ao Movimento Nossa São Paulo.

Nós, do São Paulo Urgente, também não concordamos com essa despesa para divulgar a prefeitura, mas não para ignorar os R$ 919 milhões para a Secretaria Municipal de Transportes. A área deveria estar entre as prioridades da administração, além do trânsito, claro. Há tempos a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está sucateada e o transporte público é motivo de reclamação na cidade inteira.

Bom, mas agora já é fim de ano na Câmara Municipal. A sessão de ontem foi a última de 2009 e, depois de tanto, tanto trabalho (ufa!!!) nossos parlamentares merecem um descanso, não é mesmo? Cada um vai pegar seu panetone e relaxar – provavelmente fora de São Paulo.

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto - Foto: RenattodSousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).