31 de jul de 2009

MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL – EM CASA

Cidadania, Meio Ambiente e Inclusão

manualetiquetasustentavel

Reproduzimos no blog a 2ª parte do Manual de Etiqueta Sustentável, divulgado no site Planeta Sustentável com 50 dicas de pequenos gestos que podem trazer grandes mudanças – desta vez, dentro de nossas casa.

Quem quiser, também pode acessar a primeira parte do manual, com as seis primeiras dicas, clicando em Na rua – como percorrer a cidade onde você mora de maneira mais amigável.

Cada dica do manual traz uma espécie de “medidor” do nosso esforço e o impacto de simples atitudes – como, no momento das compras no supermercado e na feira, usar sacola de pano no lugar das terríveis sacolinhas plásticas, que demoram pelo menos 100 anos para se decompor no meio ambiente.

Hoje, existem as chamadas “eco bags” de todos os tipos, das mais simples às coloridíssimas, com estilo metiquetacasaais fashion e ecologicamente correto. Que tal? O esforço é mínimo, mas o impacto é enorme!

Em casa – seu lar, doce lar, pode ser uma cidadela da sustentabilidade com algumas atitudes bem simples:

7- Os aparelhos que ficam dia e noite em modo stand by são mais uma nova invenção em nome do conforto. Só esqueceram de dizer que isso consome energia sem necessidade. Puxe a tomada de todos eles quando não estiverem em uso e tenha certeza: o valor de sua conta de luz vai cair bastante.

8- Na hora de comprar eletrodomésticos, escolha os mais eficientes. É possível reconhecê-los pelo selo do Procel (nas marcas nacionais) ou Energy Star (nos importados). Detalhe: isso não custa nada.

9- Viva seu dia com luz natural. Abra janelas, cortinas, persianas, deixe o sol entrar e iluminar sua casa em vez de acender lâmpadas. Além de fazer muito bem ao seu humor, você também vai economizar dinheiro no fim do mês.

10

Mude sua geladeira e seu freezer de lugar. Ao colocá-los próximos do fogão e de áreas onde bate sol, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Aproveite para avaliar com seus botões: será que você precisa mesmo de um freezer?

11- Idéia luminosa é trocar as lâmpadas incandescentes do banheiro, da cozinha, da lavanderia ou da garagem pelas fluorescentes. O motivo é para lá de convincente: elas duram até 10 vezes mais, são mais eficientes e economizam até um terço de energia elétrica.

12- Ventiladores de teto consumem muito menos energia que os aparelhos de ar condicionado. Tudo bem, você prefere o ar condicionado. Então, ao menos use-o racionalmente, com portas e janelas fechadas e os filtros regularmente limpos.

13- Evite a torneira elétrica nos dias quentes. Aliás, para quê esquentar a água da pia se vivemos num país tropical? Pense nisso.

14- Atire a primeira pedra quem nunca esqueceu o carregador do celular ligado na tomada. Acredite: esse pequeno descuido gasta energia elétrica.

15- Pendure as roupas no varal em vez de usar a secadora. Recorra a ela apenas em casos mais urgentes. E aquele truque de colocar panos e roupas para secar atrás da geladeira deve ser abolido, pois consome energia extra.

16- Não há nada mais fora de moda que usar a mangueira de água para varrer a calçada, a chamada “vassourinha hidráulica”. Em 15 minutos, 280 litros de água escorrem para o ralo inutilmente. Espante a preguiça, pegue a vassoura, junte a sujeira, recolha com a pá e só depois enxágüe o chão.

17- O que há de errado em tomar água “torneiral”? Saiba que ela é bem tratada antes de chegar a sua casa. Então, instale um purificador na torneira e se esqueça dos incômodos garrafões. O consumo de água engarrafada envolve o transporte em veículos a diesel. É preciso dizer mais?

18- Fique de olho em vazamentos nos encanamentos e não deixe torneiras pingando inutilmente. É economia líquida e certa de água e de dinheiro.

19- Pense com carinho na possibilidade de colocar acumuladores de energia solar e de coleta de água das chuvas em sua casa. Novos prédios já estão tomando essas medidas. Pode ser um bom investimento para você. E um alívio para o planeta.

20- Muito luxo produz muito lixo. Pense antes de sair comprando tudo o que aparecer. Com essa atitude você faz a diferença, combatendo o desperdício, diminuindo a montanha de embalagens descartadas e, de quebra, espantando as dívidas.

21- Leve o campo para dentro de sua casa em plena cidade grande: cultive uma pequena horta em vasos ou mesmo num cantinho do quintal. Além da higiene mental, você colherá ervas, condimentos e hortaliças frescas diretamente da terra.

22- Restos de alimento que você despeja na lixeira são bons fertilizantes orgânicos. Parece incrível, mas espalhar casca de ovo, de fruta e de legume, pó de café, saquinho de chá e pão velho nos vasos ajuda a deixar as plantas mais fortes e bonitas.

23- Sofrer em engarrafamento para ir ao banco e depois testar a paciência numa fila interminável são coisas do passado. Faça uso da tecnologia, colocando em dia todas as suas transações financeiras pela internet, sem sair do conforto de casa.

24- Que tal fazer compras caminhando até o mercadinho perto de sua casa ou divertir-se indo à feira a pé toda semana? Vá lá, pode ser que um ou outro produto esteja um pouco mais caro que naquele hipermercado de sua preferência. Mas pense na economia de combustível e de paciência que você terá sem precisar procurar vaga no estacionamento lotado.

25- Pefira consumir produtos locais e da estação. Eles não precisam ser transportados de longa distância e, por isso, a emissão de carbono e de poluição é mínima. Saiba que a última moda nos melhores restaurantes da Itália é o “cardápio 0 km”. eles servem apenas pratos feitos com ingredientes provenientes de produtores da vizinhança.

26- Despreze os produtos descartáveis. Escolha os feitos para serem duráveis, como era nos tempos de nossos avós. Tenha a certeza de que com essa simples atitude você estará dando o pontapé inicial para diminuir a quantidade de lixo que a humanidade produz.

27- Pare e pense bem antes de descartar todos aqueles objetos que já não interessam mais a você. Que tal doá-los a alguma entidade assistencial? Esse material que está apenas ocupando espaço em sua casa certamente será útil para muita gente.

28- Um dos grandes problemas da poluição dos mananciais vem de um hábito difícil de mudar: jogar o óleo de fritura usado no encanamento. Um litro de óleo pode contaminar até um milhão de litros de água. Separe o óleo em garrafas PET para doá-lo a ONGs que fazem biodiesel e sabão com ele.

29- Não jogue pilhas e baterias de celular velhas no lixo. Elas contêm substâncias tóxicas que contaminam o solo e os lençóis freáticos. Separe todas elas e procure um posto de coleta perto da sua casa. Aproveite para diminuir o consumo de pilhas descartáveis com o uso de pilhas recarregáveis.

30- “Ao fazer compras, leve sua própria sacola, de preferência as de pano resistente”, aconselha o presidente do Instituto Ethos, Ricardo Young. Com esse gesto simples, você deixará de participar da farra das sacolinhas plásticas, que entopem cada vez mais os lixões das grandes cidades.

31- Procure saber a procedência dos produtos que você consome. Fuja de produtos de empresas com referências suspeitas. Adote o costume de ler as embalagens e ligar para o serviço de atendimento ao cliente quando tiver alguma dúvida sobre o produto.

Fonte: site Planeta Sustentável

Leia também:
DESCARTE CORRRETO DE PILHAS E BATERIAS: COMO COLABORAR
COMO VOCÊ DESCARTA ÓLEO DE COZINHA?
TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DO LIXO
QUANTO TEMPO DURA UMA PILHA NO MEIO AMBIENTE
PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: O QUE PODEMOS FAZER EM NOSSA CIDADE

CATS OFERECEM 921 OPORTUNIDADES DE EMPREGO EM LOJAS

Empregos, vagas e oportunidades

As cinco unidades do Centro de Apoio ao Trabalho recebem, de 3 a 5 de agosto, cadastro de pessoas interessadas em uma das vagas em lojas de departamento. 170 são em uma famosa rede de vendas de equipamentos e artigos esportivos.

De 3 a 5 de agosto, as cinco unidades do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal do Trabalho, recebem cadastro de pessoas interessadas em uma das 921 oportunidades de emprego em lojas de departamento em São Paulo. Entre as ofertas, 170 são para trabalho em uma famosa rede de vendas de equipamentos e artigos esportivos. A empresa procura jovens talentos, com ensino médio completo, experiência mínima de seis meses, disponibilidade de horário, que gostem de esportes (incluindo os radicais) e busquem crescimento profissional, pois a rede de lojas oferece plano de carreira. A mesma rede esportiva dispõe, ainda, de 105 vagas para vendedores de roupas e equipamentos, 55 para operadores de caixa e 10 para estoquistas.

Em outras 15 lojas de departamento que também contratam por meio do CAT, existem 400 vagas para vendedor, 121 para fiscal de loja, 143 para operador de caixa, 56 para balconista de loja, 19 para consultor de vendas, 6 para atendente e 6 para repositor de mercadorias.

Para participar da seleção são necessários ensino médio completo, seis meses de experiência e disponibilidade de horário. Os salários variam de R$ 675 a R$ 808, conforme a função e a empresa contratante. Os interessados devem comparecer a um dos endereços abaixo com carteira profissional, RG, CPF, título de eleitor e certificado de escolaridade.

SERVIÇO:

- Zona Sul/Interlagos - Avenida Interlagos, 6.122
- Zona Leste/Itaquera - Rua Gregório Ramalho, 12
- Zona Oeste/Lapa - Rua Monteiro de Melo, 342
- Zona Norte/Santana - Rua Voluntários da Pátria, 1.553
- Zona Central/Luz - Avenida Prestes Maia, 913

Horário de atendimento: das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira”

Fonte: Portal da Prefeitura Municipal de São Paulo

30 de jul de 2009

SÃO PAULO EM DETALHE: ESTAÇÃO DA LUZ

São Paulo lado A,B,D,C…

Por Gladstone Barreto

Acesse outras fotos no FLICKR

Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar
Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarimageFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliarFoto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar

Fotos: Gladstone Barreto

29 de jul de 2009

“GRIPE SUÍNA” PRORROGA FÉRIAS NO ENSINO PÚBLICO PAULISTA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Na tentativa de reduzir a transmissão da vírus influenza A H1N1, ou da “gripe suína”, as secretarias Estadual e Municipal de Educação adiaram o retorno às aulas nas escola públicas de São Paulo. As férias foram prorrogadas até 17 de agosto. A medida acata a recomendação da Secretaria Estadual de Saúde diante dos riscos de contaminação, e do aumento de crianças e adolescentes com problemas respiratórios nos pronto-socorros.

Na capital, estão suspensas as aulas nas Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) e Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs). Nos Centros de Educação Infantil (CEIs), as aulas seguem até sexta-feira (31/07) e também serão suspensas a partir de 3 de agosto. Nas CEIs, as atividades externas serão mantidas, mas salas de aula e teatros ficarão fechados.

Em todo o Estado, já chega a 27 o número de mortos pela “gipe suína” – quase metade das 56 vítimas fatais do Brasil até o momento.

Veja os comunicados oficiaos da Secretaria Estadual de Educação e da Prefeitura Municipal de São Paulo prorrogando as férias até 17 de agosto.

Saiba mais sobre o vírus influenza A H1N1:
Ministério da Saúde
Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo
Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo

image

Texto: Flaviana Serafim – Fonte: Portal da Prefeitura de SP/Governo de São Paulo-Secretaria Estadual de Educação – Imagem: Ministério da Saúde

28 de jul de 2009

MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL – NA RUA

Cidadania, Meio Ambiente e Inclusão

manualetiquetasustentavel O site Planeta Sustentável divulga um ótimo “Manual de Etiqueta Sustentável”, reunindo 50 dicas que mostram como  pequenos gestos cotidianos podem trazer grandes mudanças.

Seja para melhorar nossa qualidade de vida, para enfrentar o aquecimento global, ou reduzir o consumo desenfreado e seu impacto no meio ambiente, basta um pouquinho de boa vontade.

O manual está dividido em quatro áreas de nossa vida diária – na rua, em casa, no trabalho e na vida pessoal. Neste post, reproduzimos a primeira série de dicas:

etiquetaruaNa rua – como percorrer a cidade onde você mora de maneira mais amigável

1- Na hora de comprar um carro, faça um cálculo simples de qual o tamanho ideal para suas necessidades. Veículos maiores consomem e poluem mais. Modelos do tipo flex fuel estão adequados às normas de proteção ao meio ambiente. Lembre-se: prefira abastecer com etanol.

2- Carro não é o meio de transporte ecologicamente mais correto. Use-o com moderação, em especial se tiver um enorme 4x4 a diesel. Ande mais em transporte coletivo ou reabilite sua magrela.

3- Compartilhe seu carro. “Pratique a carona solidária e diminua a emissão de poluentes, levando pessoas que fariam o mesmo trajeto separadamente”, recomenda o ambientalista Fábio Feldmann. Você vai se tornar o cara mais simpático da cidade.

4- Carro requer manutenção, não tem jeito. Faça uma regulagem periódica, sempre que possível. Troque o óleo nos prazos indicados pelo fabricante, verifique filtros de óleo e de ar. Todas essas medidas economizam combustível e ajudam a despejar menos CO2 no ar.

5 - Que tal lavar o carro a seco? Existem diversas opções de lavagem sem água, algumas até mais baratas do que a tradicional, que consome centenas de litros do precioso líquido. Pense também em lavar menos seu carro.

6- Tem atitude mais grosseira que atirar lata ou outros dejetos pela janela do carro? O castigo para essa gafe é garantido: os resíduos despejados na rua são arrastados pela chuva, entopem bueiros, chegam aos rios e represas, causam enchentes e prejudicam a qualidade da água que consumimos.

Fonte: site Planeta Sustentável

CURSOS E EVENTOS – AGENDA DA PREFEITURA

Emprego, vagas e oportunidades

Mercado promove evento especial de inverno
Subs2Festival de Inverno do Mercado Municipal (rua da Cantareira nº 306) acontece de terça (28/07) até sexta-feira (31/07), ensinando receitas e promovendo degustação de fondues e queijos.

O evento, realizado no Espaço Gourmet das 13h00 às 16h00, é gratuito e aberto ao público em geral.
Inscrições: (11) 3313-7456 ramal 18


Abertas inscrições de seminário para professores municipais

”O professor e o desenvolvimento curricular no Ensino Fundamental II e Médio é o tema do próximo seminário organizado pela Secretaria Municipal de Educação oferecido aos professores da Rede Municipal de Ensino.

Utilizando as diretrizes do Programa Ler e Escrever, os educadores de todas as disciplinas poderão discutir o papel de cada área do conhecimento e como ela deve ser explorada no plano de trabalho das aulas. Serão 100 vagas destinadas para cada área de conhecimento, totalizando 800 participantes.

Os encontros começam no dia 8 de agosto. As inscrições já estão abertas e vão até 06/08”
Mais informações no site da Secretaria Municipal de Educação
Acesse: cronograma, local e horário da realização dos Seminários 

Aulas gratuitSubs1as de Japonês
A Subprefeitura de Vila Prudente/Sapopemba promove curso básico de japonês (Nihongô) a partir de agosto, sempre às terças-feiras, das 14h00 às 16h00.

Com a professora voluntária Nair Takako Yoshida Santos, moradora da Vila Industrial, o curso é uma homenagem aos 100 anos de imigração japonesa no Brasil.

Mais informações no site: http://vilaprudente.prefeitura.sp.gov.br

Fonte: Prefeitura Municipal de São Paulo - Fotos: Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

27 de jul de 2009

REUNIÃO PLANEJA DIA MUNDIAL SEM CARRO. PARTICIPE!

Cidadania, Meio Ambiente e Inclusão

O Movimento Nossa São Paulo realiza nesta terça-feira (28/07), às 19h30, na sede o diasemcarroSOS Mata Atlântica (Rua Manoel da Nóbrega, 456 – Paraíso), a primeira reunião preparatória para o Dia Mundial Sem Carro, evento anual que acontece em 22 de setembro.

Com a participação dos cidadãos paulistanos e organizações do terceiro setor, será formado um grupo inter-setorial que organizará manifestações e eventos alertando para a piora das condições de mobilidade e poluição devido ao uso dos automóveis. Infelizmente, muitos, muitos paulistanos não vão até a padaria da esquisa sem carro, piorando a qualidade do ar, aumentando o trânsito e reduzindo ainda mais nossa qualidade de vida.

Maurício Broinizi, da secretaria executiva do Movimento Nossa São Paulo afirma que, além de momento para debater propostas para melhorar os transportes públicos e a qualidade do ar, o Dia Mundial Sem Carro  “é também um momento de mobilização para ocuparmos as ruas e mostrar nossa indignação com a presente situação, além de expor propostas e soluções”

Foto: Vado Kassike, do Moonlight Bikers Clube O Dia Mundial Sem Carro surgiu na Europa com intuito de promover manifestos e reflexão sobre os enormes problemas causados pelo uso do carro, propondo a utilização e melhoria dos transportes públicos e também “alternativos”, com a bicicleta.

Pode parecer sonho, ou pura ilusão mesmo, achar que o paulistano vai deixar o carro em casa e andar de bicicleta, ou pegar o metrô e ônibus. Mas, a médio prazo, isso será inevitável. Somos 10 milhões de habitantes e 5 milhões de carros!!! Ou buscamos alternativas – fazendo a devida cobrança aos governos municipal, estadual e federal, responsáveis pela melhoria dos transportes públicos – ou o caos total tomará conta de São Paulo – e nem vai demorar muito.

1ª reunião sobre o Dia Mundial Sem Carro 
28 de Julho (terça-feira), às 19h30
SOS Mata Atlântica - Rua Manoel da Nóbrega, 456 – Paraíso

Texto: Flaviana Serafim - Logo: Moutain Bike BH - Foto:Moonlight Bikers Clube