6 de jan de 2010

DEPOIS DE 4 MESES E MEIO, COVISA ENVIA RESPOSTA SOBRE COBRANÇA DE "CAIXINHA"

SOS São Paulo - A cidade em nossas mãos

Um, dois, três... quatro meses e meio - este foi o tempo que a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA) demorou para responder nossa denúncia. Lembram-se da cobrança de "caixinha" por funcionários que trabalhavam durante a campanha de vacinação contra a raiva (leia A VACINA CONTRA RAIVA, O FUNCIONÁRIO PÚBLICO E O "CAFEZINHO")?

Então, a novela cidadão X Ouvidoria da Saúde chegou ao fim, apesar da resposta totalmente insatisfatória enviada pela COVISA. A supervisora de Vigilância em Saúde afirma que "houveram intervenções com relação às suas colocações", mas não esclarece que medidas foram efetivamente tomadas!

A supervisora também cita que "os vacinadores são exaustivamente treinados" e "Inclusive com relação à proibição de qualquer tipo de gratificação". Quer dizer que, sem treinamento, um funcionário público não sabe que não pode cobrar por seus serviços?

Para nós, sinceramente, pouco importam esses treinamentos. Ética, caráter e vergonha na cara não se aprende por meio de cursinhos, treinamentos, apostilas, manual de procedimentos e similares.

A demora da COVISA em resposder a questão, então, nem se fala! Esse descaso total com os cidadãos dispensa comentários... Vejam a mensagem que recebemos no dia 4 de janeiro, depois de insistentes cobranças feitas desde 17 de agosto de 2009:

"Boa Tarde

Lamentamos o ocorrido, a respeito da ausência de resposta a sua manifestação
por problemas técnicos em nosso sistema. Venho informar que houveram
intervenções com relação às suas colocações.

Informo ainda que os vacinadores são exaustivamente treinados para atender o
público com cortesia e educação, assim como os animais com maior cuidado
possível. Todos recebem um manual de procedimentos operacional de um posto
de vacinação anti-rábica. Inclusive com relação à proibição de qualquer tipo
de gratificação.

Colocamo-nos a disposição pelo telefone: 3105-2651.

Cristiana Serrão Perrella

Supervisora de Vigilância em Saúde-Sé - Substituta"

Leia também:

A VACINA CONTRA RAIVA, O FUNCIONÁRIO PÚBLICO E O “CAFEZINHO”
“CAFEZINHO” DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS POR TODA CIDADE – VALE ATÉ “CAIXINHA PRÉ-DATADA”

E TOME “CAFEZINHO”: OUVIDORIA DA SAÚDE FAZ 1º CONTATO
COBRANÇA DE “CAIXINHA” NA COVISA: NENHUMA RESPOSTA DA OUVIDORIA DA SAÚDE
101 DIAS DEPOIS , NEM OUVIDORIA DA SAÚDE, NEM COVISA RESPONDERAM SOBRE COBRANÇA DE “CAIXINHA” POR FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS
“O CREDOR DA FAZENDA NACIONAL”, de 1866, CONTINUA ATUAL
DENÚNCIA NA COVISA COMPLETA TRÊS MESES E MEIO SEM RESPOSTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).