15 de jan de 2010

FIM DA NOVELA “CAFEZINHO”, “CAIXINHA” E OUTROS ABSURDOS DO SERVIÇO PÚBLICO NA COVISA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Ainda insatisfeita com a resposta enviada pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde no início de janeiro – depois de mais de quatro meses de espera – enviei outro contestando a supervisora Cristiana Serrão Perrella (leia DEPOIS DE QUATRO MESES E MEIO, COVISA ENVIA RESPOSTA SOBRE COBRANÇA DE “CAIXINHA”).

Questionei como uma simples “advertência verbal” pode ser a solução para funcionários públicos pedindo “caixinha” em pleno serviço ao cidadão. E recebi a seguinte resposta em 13 de janeiro:

“Bom dia, agradecemos o seu contato e retornamos abaixo resposta de acordo com seus questionamentos.


Por se tratar de denúncia genérica, sem indicação nominal do agente envolvido, dado imprescindível para tomada de medidas administrativas e/ou punitivas concernentes para o caso, todos os agentes do Posto de Vacinação mencionado foram advertidos verbalmente, ressaltando as orientações com relação à gratuidade da Campanha e a total proibição de recebimento de qualquer tipo de gratificação.


Colocamo-nos à disposição pelo telefone 3105-2651.


Cristiana Serrão Perrella
Supervisora de Vigilância em Saúde -Sé- Substituta”

Em outra mensagem – meu derradeiro e-mail para a COVISA – frizei, desde meu primeiro contato, em agosto, estive à disposição para reconhecer pessoalmente os funcionários envolvidos. Posso não saber o nome deles – até porque não se identificariam mesmo – mas lembro bem da cara de cada um. Caso encerrado, nada resolvido…

Pra quem tiver alguma reclamação e muita paciência para fazer seu papel de cidadão, o e-mail da Vigilância Sanitária da Sé é: sanitariase@prefeitura.sp.gov.br

Leia também:
A VACINA CONTRA RAIVA, O FUNCIONÁRIO PÚBLICO E O “CAFEZINHO”
“CAFEZINHO” DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS POR TODA CIDADE – VALE ATÉ “CAIXINHA PRÉ-DATADA”

E TOME “CAFEZINHO”: OUVIDORIA DA SAÚDE FAZ 1º CONTATO
COBRANÇA DE “CAIXINHA” NA COVISA: NENHUMA RESPOSTA DA OUVIDORIA DA SAÚDE
101 DIAS DEPOIS , NEM OUVIDORIA DA SAÚDE, NEM COVISA RESPONDERAM SOBRE COBRANÇA DE “CAIXINHA” POR FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS
“O CREDOR DA FAZENDA NACIONAL”, de 1866, CONTINUA ATUAL
DENÚNCIA NA COVISA COMPLETA TRÊS MESES E MEIO SEM RESPOSTA
DEPOIS DE QUATRO MESES E MEIO, COVISA ENVIA RESPOSTA SOBRE COBRANÇA DE “CAIXINHA”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva seu comentário abaixo e clique em "Nome" no Perfil (não é necessário colocar a URL).