30 de nov de 2009

MARA GABRILLI LANÇA “ÍNTIMA DESORDEM” NO SHOPPING HIGIENÓPOLIS

Cidadania, inclusão e meio ambiente

Notícia do Iimagenstituto Mara Gabrilli
Livro reúne crônicas de Mara Gabrilli na revista TPM, onde tem coluna há oito anos, desde o primeiro número da revista

”Será lançado na próxima terça-feira, dia 1º de dezembro, o livro Íntima Desordem, de Mara Gabrilli, reunindo as 50 melhores crônicas publicadas na revista Trip Para Mulheres, a TPM, durante oito anos. Mara tem a coluna fixa “Um pensamento” na última página da TPM desde a primeira edição da revista, em maio de 2001.

Uma versão intimista de Mara Gabrilli, vereadora paulistana, o livro traz relatos do cotidiano e reflexões improváveis de uma pessoa nada comum, pioneira em vários momentos: foi a primeira mulher tetraplégica a posar para um ensaio sensual, na revista-irmã da TPM, a Trip, em 2000; a primeira vereadora tetraplégica da capital; primeira ocupante da Secretaria da Pessoa com Deficiência, criada em São Paulo em 2005; a primeira cadeirante para fazer propaganda de lingerie, entre outros.

As colunas falam dos mais variados assuntos, como cidadania, política, direito das pessoas com deficiência, sexo etc. Os textos selecionados abordam desde fatos e casos rotineiros até das causas defendidas por Mara, como a liberação das pesquisas com células-tronco e a acessibilidade em São Paulo e no mundo. Entre os temas mais leves, o primeiro texto, de 2001, é lembrado por leitores até hoje: “Adoro ficar menstruada”. Outros como “Uma cadeirante em Trancoso”, “Menina no espelho” e “Meu lado vingativo e canibal” falam de situações triviais e hilariantes como tomar uma enorme chuva e clamar por um banho de banheira na casa de um ilustre desconhecido; a curiosidade das crianças quando vêem uma cadeirante e como matar um mosquito que pousou em seu peito - com um cuspe.

Também entre as reflexões mais profundas, Mara Gabrilli divaga sobre a certeza de recuperar os movimentos um dia e voltar a andar (“A espera”), a tristeza de ver o pai doente (“Luiz e Luigi” e “Carta ao Pai”) e alguns momentos antes e após o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel (“Abandonados à própria sorte”).

Nas palavras de Paulo Lima, publisher da Trip Editora, na contracapa do livro, “nos textos você vai viver a vida dela, entender o que a move, o que a faz chorar e se deliciar de prazer“.

Sobre Mara Gabrilli
Psicóloga e publicitária, Mara Gabrilli, 42 anos, é vereadora na cidade de São Paulo, eleita com 79.912 votos em 2008, a maior votação a uma vereadora no Brasil. Ficou tetraplégica por conta de um acidente de carro em 1994. Em 1997, fundou a Ong Projeto Próximo Passo, hoje Instituto Mara Gabrilli, que apoia atletas com deficiência, promove o Desenho Universal e fomenta pesquisas científicas para cura de paralisias. Criou o projeto da pasta e foi a primeira ocupante da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo de 2005 a 2007”.

Lançamento do livro “Íntima desordem”, de Mara Gabrilli
terça-feira, 1º de dezembro, das 19h30 às 22h00
Livraria Saraiva do Shopping Pátio Higienópolis
Avenida Higienópolis, 618. Piso Higienópolis

SOBRE MOSQUITOS, VENENOS PARA MOSQUITOS E INSTITUIÇÕES QUE CONTROLAM A PRAGA DOS MOSQUITOS

Reflexões urbanas

Por Osmar Castanha

Osmar Castanha, músico e blogueiro do Borrador de IdéiasFranz Kafka ficaria boquiaberto com o tamanho dos mosquitos que nos cercam, nos bulinam e nos enchem de picadas - realmente, vem ocorrendo uma verdadeira  'metamorfose' nesses pequenos seres que conseguem nos propiciar uma noite plena de grandes pesadelos!!!

Moro numa localidade próxima à Chácara Santo Antônio, zona sul de São Paulo, que já se chamou Várzea de Baixo, Jardim Santo Antônio e, atualmente, é a Vila Cruzeiro. Pela proximidade com o rio Pinheiros, sempre houve a visita indesejável desses insetos por aqui, mas, ultimamente, a infestação ultrapassou os níveis da normalidade!

Verdadeiras levas invadem meu lar diáriamente (uma quantidade simplesmente absurda deles!) e venho percebendo que o tamanho desses monstrinhos está aumentando significativamente com o passar do tempo... provávelmente, uma mutação genética. Mas o pior de tudo é o fato desses venenos (não importa a marca!) não surtirem mais o efeito desejado que surtiam há tempos atrás!

Já estou acostumado com a presença desses pequenos inimigos desde os vinte e sete anos que aqui moro, e não há exagero algum de minha parte ao afirmar que, de alguns anos para cá, uns 15 mais ou menos, costumo utilizar os tais refís ligados na tomada elétrica por 365 dias ao ano - juro! Mas isso é uma coisa com a qual já me acostumei, fazer o quê!? Mas...

Dificil mesmo é acostumar-se com a resistência que esses mosquitos vêm apresentando para com os "mata-mosquitos", inseticidas que deixam muito a desejar quanto sua capacidade de ação; não importa a marca, o que acontece é sempre a mesma coisa: sou obrigado a utilizar dois desses frascos, cada um deles ligados a uma tomada em meu quarto de 12 m² - antes eu usava apenas um! E pode parecer exagero de minha parte, mas não é rara a madrugada em que me levanto para lançar um pouco de aerosol (e tomem mais veneno!!!) ao redor de minha cama, pois as investidas cruéis e violentas dos "vampiros da noite" acabam por se tornar insuportáveis!

Escrevo estas linhas para tentar eliminar três dúvidas que últimamente eclodem em minha mente:

1) Será que as instituições públicas desconhecem o que vem acontecendo? Será que a população não reclama o suficiente para que isso chegue aos ouvidos de quem realmente tem de tratar desse problema com desempenho e responsabilidade?

2) Como é que fica minha saúde em virtude de passar todas as noites em contato com o veneno que emana desses aparelhos? O que isso representa para com meu aparelho respiratório e, consequentemente, para com o todo de meu ser físico?

3) Que respostas as empresas responsáveis pela fabricação desses produtos darão para os problemas que estou apontando?

Espero que em breve eu consiga obter tais respostas - cada uma delas oriunda da esfera de responsabilidade e ação correspondentes - e isso não será uma gentileza, não, mas  uma  obrigação para com um cidadão e, também, um consumidor que sou (os demais cidadãos e consumidores também ficarão agradecidos com isso).

Uma vez mais, agradeço ao SPUrgente por mais esta oportunidade de tornar públicas as minhas palavras.

*Osmar Castanha é músico, blogueiro do Borrador de Idéias e colaborador dos sites www.agrutadosol.com.br e www.carmotavares.blogspot.com

Leia também:
A AVENTURA DE ANDAR DE ÔNIBUS NA MINHA QUERIDA SÃO PAULO, de Osmar Castanha
GEISY, O VESTIDO CURTO E A HIPOCRISIA BRASILEIRA, de Flaviana Serafim
TRANSFERÊNCIA DE PODER, de Maria Helena Moraes

ESPECIAL AQUECIMENTO GLOBAL

Especial Aquecimento Global

Foto: Gladstone Barreto 
O que estamos fazendo para reduzir o aquecimento global? O que estamos fazendo para melhorar o planeta? Pensando nestas questões, o blog São Paulo Urgente dá início ao “ativismo digital” (e também concreto, claro) contra as mudanças climáticas no Especial Aquecimento Global.

A Conferência do Clima promovida pelas Nações Unidas começa no próximo dia 7 de dezembro, em Copenhagen (Dinamarca). E aqui em São Paulo nós podemos – e devemos – fazer nossa parte de várias formas, seja adotando atitudes ecologicamente corretas no nosso cotidiano, seja pressionando o presidente Lula para que se comprometa com o desmatamento zero no Brasil.

Vivemos numa cidade grande, poluída, desigual, com trânsito caótico, pessoas egoístas, consumistas, apressadas. Então, motivos não faltam para tomarmos uma atitude. Não dói, não tem contra-indicações, nem é tão difícil assim.

Participe de nossa enquete (na barra lateral), acompanhe a série de reportagens e dicas do Especial Aquecimento Global. Envie suas sugestões, artigos, idéias e conte o que você está fazendo para reduzir as mudanças climáticas: saopaulourgente@gmail.com 

Acesse também os conteúdos disponíveis na seção Cidadania, Meio Ambiente e Inclusão:

- LIXO ELETRÔNICO TAMBÉM PODE SER RECICLADO
- SAIBA ONDE DESCARTAR LIXO ELETRÔNICO
- DIZER ADEUS ÀS SACOLAS PLÁSTICAS É MAIS FÁCIL DO QUE SE IMAGINA
- CAMPANHA SEGUNDA SEM CARNE: 1KG DE CARNE CUSTA MUITO
- DÁ PRA VIVER UM DIA SEM CARNE? SIM, É ESTA A PROPOSTA DA "SEGUNDA SEM CARNE"

- ECOPONTOS - SOLUÇÃO GRATUITA PARA DESCARTE DE ENTULHO
- TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DO LIXO
- QUANTO TEMPO DURA UMA PILHA NO MEIO AMBIENTE?
- DESCARTE DE PILHAS E BATERIAS: COMO COLABORAR
- PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: O QUE PODEMOS FAZER EM NOSSA CIDADE
- COMO VOCÊ DESCARTA ÓLEO DE COZINHA?

- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NA VIDA PESSOAL
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NO TRABALHO
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - EM CASA
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NA RUA

Saiba mais:
Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas
Greenpeace Brasil
Ministério da Ciência e Tecnologia
Ministério do Meio Ambiente

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto – Foto: Gladstone Barreto

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O AQUECIMENTO GLOBAL – I

Especial Aquecimento Global

Imagem do céu na região central paulistana. Foto: Gladstone Barreto

Como ocorre o aquecimento global?
O clima sempre se modificou e continuará se modificando por razões naturais. Ocasionado pela associação de uma série de gases, o efeito estufa é responsável pela retenção do calor emitido pela Terra, o qual é gerado pela radiação solar. Se esse mecanismo não existisse, a temperatura média no planeta seria 30 graus abaixo dos níveis atuais. Com isso, várias espécies animais e vegetais desapareceriam e a configuração natural de inúmeras áreas habitadas pelos seres humanos seria alterada.

Se por um lado o efeito estufa é benéfico, por outro a concentração excessiva de seus gases, especialmente o CO2 , acaba formando uma barreira que dificulta a liberação para o espaço da energia refletida pela superfície da Terra. Esse fenômeno, provocado pelo homem, tornou-se conhecido como aquecimento global. Causado principalmente pela queima de combustíveis fósseis, o aquecimento global é hoje responsável por alterações drásticas no clima de todos os continentes e pelo aumento do nível dos oceanos.
O IPCC concluiu que a grande parte do aquecimento observado nos últimos 50 anos se deve a atividades humanas.

Quais as futuras alterações que se espera?
Vários cenários de emissão de gases de efeito estufa foram integrados a modelos climáticos para prever o clima futuro
Se não se tomarem as medidas adequadas, várias mudanças são esperadas para o século 21:

  • A temperatura média global vai subir entre 1.4 e 5.8°C.
  • Enquanto as massas de gelo na Groenlândia se reduzirem, as calotas polares da Antártica deverão crescer.
  • O nível do mar deve subir de 9cm a 88cm.
  • Outras modificações, incluindo eventos meteorológicos extremos, devem acontecer.

Estima-se que além do ano de 2100 as alterações climáticas causadas pelo homem ainda devem continuar por vários séculos.

Mesmo depois de uma estabilização do clima, o nível do mar continuaria subindo durante vários milênios.

Foto: Gladstone Barreto

Quais são as conseqüências prováveis da mudança do clima?

  • Alterações regionais, principalmente a elevação da temperatura, já têm efeitos sobre sistema físicos e biológicos.
  • Tanto os sistemas naturais quanto os humanos são sensíveis às mudanças climáticas por causa de sua adaptabilidade limitada. Esta sensibilidade varia segundo a situação geográfica, o tempo, as condições sócio-econômicas e ambientais.
  • Espera-se um aumento dos fenômenos climáticos extremos e dos prejuízos e casos de morte ocasionados por catástrofes naturais em função das mudanças climáticas.
  • Os sistemas humanos terão que se adaptar às conseqüências inevitáveis das mudanças do clima. As esperadas perdas econômicas deverão atingir principalmente as regiões mais pobres,

Fonte: Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas – Fotos: Gladstone Barreto

PARTICIPE DE NOSSA ENQUETE: O QUE VOCÊ ESTÁ DISPOSTO A FAZER PARA REDUZIR O AQUECIMENTO GLOBAL?

Especial Aquecimento Global

As discussões sobre o aquecimento global não terão qualquer utilidade sem medidas e mudanças práticas. Por isso, nossa enquete (disponível na barra lateral do blog) pretende descobrir o que você está disposto a fazer para reduzir o aquecimento global.

As opções representam a adoção de atitudes simples no cotidiano, mas que, em conjunto, têm forte impacto ambiental.

Escolha uma ou mais alternativas e mostre o quanto você está engajado nesta causa. 

- DEIXAR O CARRO NA GARAGEM AO MENOS UMA VEZ POR SEMANA
- TROCAR O CARRO POR TRANSPORTE COLETIVO OU BICICLETA
- SEPARAR O LIXO PARA RECICLAGEM
- PLANTAR UMA ÁRVORE NO SEU QUINTAL OU NUMA ÁREA PÚBLICA
- DIZER NÃO PARA A COMPRA E CONSUMO DE PRODUTOS INÚTEIS/DISPENSÁVEIS
- EVITAR DESPERDÍCIO DE ÁGUA, ENERGIA ELÉTRICA E PAPEL
- REDUZIR O DESPERDÍCIO DE COMIDA

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto – Foto: Gladstone Barreto

EMPREGOS, CURSOS E PALESTRAS – 30/11 A 06/12

Oportunidades de trabalho, empreendedorismo, cursos, palestras e eventos gratuitos

1) Secretaria recebe cadastro para capacitação de 960 jovens
A Secretaria do Trabalho tem 960 vagas para cursos gratuitos de curta duração do projeto Jovens Paulistanos. As inscrições estão abertas nas unidades do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), para jovens de 16 a 20 anos que residam na Capital.

Há vagas para aulas de rotinas administrativas, recepção, vendedor de comércio varejista, comunicação e revisão gramatical. Os cursos acontecem entre 7 e 18 de dezembro nos CATs, e têm carga horária de 40 horas. Além de kit escolar para as aulas, os alunos recebem vale-transporte e lanche no local.

CAT Avançado Zona Sul/Jabaquara - Av. Eng.º Armando de Arruda Pereira, 2314
Zona Sul/Interlagos - Avenida Interlagos, 6.122
Zona Leste/Itaquera - Rua Gregório Ramalho, 12
Zona Oeste/Lapa - Rua Monteiro de Melo, 342
Zona Norte/Santana - Rua Voluntários da Pátria, 1.553
Zona Central/Luz - Avenida Prestes Maia, 913
(Atendimento das 7h00 às 16h)
Fonte: PMSP/Secretaria Municipal do Trabalho

2) Pedadogia Profunda na UMAPAZ
Celine Lorthois. Foto do site Pedagogia Profunda. Céline Lorthiois, pedagoga e mestre em psicologia da educação, é a convidade na UMAPAZ (Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz) nesta quarta (02), às 18h00, onde explica os conceitos da Pedagogia Profunda.

A Pedagodia Profunda é um projeto pedagógico que envolve trabalhos corporais (toques sutis de Sándor Pethö e danças circulares) capazes de abranger a criança em sua totalidade (corpo, mente, emoções), num processo que respeita as características, necessidades e propicia o desenvolvimento. 

A palestra é voltada aos educadores, pedagogos, professores, psicopedagogos, psicólogos e profissionais da área de educação e cultura infantil. Lorthios é autora de "Exercícios de Pedagogia Profunda, uma Inclusão da Alma na Educação” e ministra cursos de formação complementar para educadores e de Pedagogia Profunda.

"Pedagogia Profunda", com Céline Lorthiois
2 de dezembro, às 18h00, na UMAPAZ 
Av. IV Centenário, 1268 - portão 7-A, Parque Ibirapuera
Gratuito. Não é preciso se inscrever (pede-se chegar com 15 minutos de antecedência)
Outras informações no site http://www.pedagogiaprofunda.com/
Fonte: UMAPAZ

3) Clique e acesse a programação completa do ONG Brasil De 3 a 5 de dezembro, debates, palestras, cursos e workshops no ONG Brasil
O evento ONG Brasil - Feira e Congresso Internacional para ONG Brasileiras – reunirá organizações não governamentais e empresas que apóiam o terceiro setor no Expo Center Norte (Pavilhão Azul), entre os dias 3 e 5 de dezembro.

A programação é ampla e gratuita com debates, mesas redondas, workshops e palestras com temas como captação de recursos, responsabilidade social corporativa, legislação, desenvolvimento de ações sociais e voluntariado etc. As organizações também terão oportunidade de trocar idéias e expor seus projetos. Para participar, é necessário se inscrever antecipadamente pela internet, e chegar 30 minutos antes da programação escolhida. 
Informações e inscrições no site http://www.ongbrasil.com.br/ 
Fonte: ONG Brasil

image 4) Vagas para domésticas, cozinheiras e babás
A agência de empregos Domésticas SP Serviços Especializados oferece vagas para domésticas, cozinheiras e babás que tenham experiência (preferencialmente com registro na carteira de trabalho, ou referência dos ex-patrões), idade entre 20 e 50 anos e com ensino fundamental completo.

A faixa salarial varia entre R$ 800,00 e R$ 1.800,00 (para que pode dormir no emprego) e R$ 600 a R$ 900,00 (para quem não dorme no emprego). É necessário agendar entrevista pessoal ligando para (11) 6775-0039 ou 7112-9579. A agência não cobra nenhum tipo de taxa das candidatas.
Fonte: Domésticas SP

*Este blog faz divulgações gratuitamente e não se responsabiliza pelas informações fornecidas pelos recrutadores/empresas contratantes.

ACESSE OUTRAS POSTAGENS SOBRE MEIO AMBIENTE

Especial Aquecimento Global

    image     image      image      image 

Aqui e na barra lateral do blog, na seção “Cidania, inclusão e meio ambiente” estão disponíveis outras postagens com informações, reportagens, fotos, gráficos e até culinária  - tudo sobre as diferentes formas de viver melhor, adotando atitudes simples e que respeitam o meio ambiente.

- LIXO ELETRÔNICO TAMBÉM PODE SER RECICLADO
- SAIBA ONDE DESCARTAR LIXO ELETRÔNICO
- DIZER ADEUS ÀS SACOLAS PLÁSTICAS É MAIS FÁCIL DO QUE SE IMAGINA
- CAMPANHA SEGUNDA SEM CARNE: 1KG DE CARNE CUSTA MUITO
- DÁ PRA VIVER UM DIA SEM CARNE? SIM, É ESTA A PROPOSTA DA "SEGUNDA SEM CARNE"
- COMO PREPARAR PROTEÍNA DE SOJA
- ECOPONTOS - SOLUÇÃO GRATUITA PARA DESCARTE DE ENTULHO
- TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DO LIXO
- QUANTO TEMPO DURA UMA PILHA NO MEIO AMBIENTE?
- DESCARTE DE PILHAS E BATERIAS: COMO COLABORAR
- PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: O QUE PODEMOS FAZER EM NOSSA CIDADE
- COMO VOCÊ DESCARTA ÓLEO DE COZINHA?
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NA VIDA PESSOAL
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NO TRABALHO
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - EM CASA
- MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL - NA RUA

28 de nov de 2009

III ENCONTRO PAULISTA DE HIP-HOP AGITA O MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA

Notícia da Secretaria Estadual de Cultura

“A Secretaria de Estado da Cultura informa que Chuck D, líder do grupo norte-americano Public Enemy, cancelou sua participação no 3º Encontro Paulista de Hip Hop, evento marcado para 28 de novembro, no Memorial da América Latina. O show de Max B.O., Emicida e o grupo Rota de Colisão, agendado para 20h, acontecerá  sem a participação do rapper americano.

Em 28 de novembro, chega à terceira edição o Encontro Paulista de Hip-Hop, evento realizado pela Secretaria de Estado da Cultura no Memorial da América Latina. O evento traz fóruns de debates, oficinas, workshops, contação de histórias, performances de DJs e shows.

Entre os participantes do evento, estão DJs, MCs, grafiteiros e Break Dancers. O objetivo do encontro é ampliar as discussões e fomentar políticas públicas voltadas para o segmento, valorizando e contemplando a cultura Hip Hop, em todos os seus elementos. Um dos destaques da programação o show agendado para 20h, com o grupo Rota de Colisão e dos rappers Max B.O. e Emicida.

Ao longo de todo o dia 28, uma grande tenda com capacidade para 500 pessoas, armada do lado de fora do Memorial, apresenta debates sobre saúde, sexualidade e questões dos direitos humanos, promovendo troca de experiências e discussões de temas que dizem respeito aos jovens. Estão confirmadas as presenças de especialistas como a Dra. Albertina Duarte, Coordenadora do Programa de Saúde da Adolescência da Secretaria Estadual de Saúde, e o jornalista Caco Barcellos.

Vale destacar na programação o inusitado encontro do RAPentinaMENTE, com a presença de Emicida e Max B.O. e dos repentistas Peneira e Sonhador, das 16h15 às 17h15. A ideia é apresentar ao público a versatilidade da cultura brasileira, a troca de experiências sobre improvisação, e a agilidade da rima de improviso feita tanto no rap como na embolada.

Os pequenos também têm espaço na programação do Encontro. O foyer do Memorial se transforma no espaço Erê, com oficinas de breaking e contação de histórias para crianças de 5 a 12 anos. Das 18h30 às 19h30, o espaço é dedicado às mulheres. Priscila Fênix convida Flor do Guetto, Janaína Teodoro, Lisa Bueno e Anarkia para um bate-papo sobre as conquistas femininas na sociedade no espaço chamado Casa da Mãe Joana”

PROGRAMAÇÃO III ENCONTRO PAULISTA DE HIP HOP:

ÁREA EXTERNA

GRAFFITANDO NO ENCONTRO
Expositores: Opni, Quinho, Bone DM, Nick, Zeila, Suzue, Evol, Traços, V de Verônica, Bonga, Dingos, Abner, Tikka, Nitros (kaaone), Graphes, Vejam e Rizo (Florianópolis), Anarkia (Rio de Janeiro) e Trampo (Porto Alegre)
11h às 19h – OPNI convida ANARKIA (RJ) e TRAMPO (RS)
13h30 às 14h30
– oficina de graffiti I
16h15 às 17h15 – oficina de graffiti II

TROCANDO IDEIA
11h às 19h – Low Rider e Low Bikes
OUTRA VIDA BIKE CLUB, GUADALUPE CAR CLUB, VIDA REAL CAR CLUB, CLÃ MUNHÃO BIKE CLUB, NEW MAFIA CAR CLUB

“BAOBÁ”
Mestre de Cerimônias – ENÉZIMO
13h30min às 14h30 – WORK SHOP DE DJ
KAMAU apresenta DJ POGO (campeão do DMC em Londres, 1997 e organizador do DMC Brasil)

AUDITÓRIO SIMON BOULIVAR

12h às 13h30 – UMA CULTURA PELA VIDA
Uma discussão sobre o poder de transformação, as conquistas, a trajetória e o crescimento desta importante Cultura (Hip Hop) surgida do gueto e expandida pelo mundo. FOYER

ESPAÇO ERÊ (Foyer)
14h45 às 15h45 – Oficina de Breaking (B.Boying / B.Girling) para crianças de 5 a 12 anos com BISPO SB

15h45 às 16h15 – Hora do conto I com MARIA EDITHE (BH)
17h45 às 18h15 – Hora do conto II com MARIA EDITHE (BH)
18h30 às 19h30 – NA CASA DA MÃE JOANA
PRISCILA FÊNIX convida ANARKIA (RJ), JANAÍNA TEODORO, LISA BUENO e FLOR DO GUETTO. Bate papo sobre as conquistas e vitórias femininas na sociedade.

BATE PAPO I

14h45 às 16h15 – DIREITO A VIDA (saúde e sexualidade)
NEGA GIZZA (Hip Hop RJ) convida:
DRA. ALBERTINA DUARTE – Coordenadora do programa de saúde da adolescência da Secretaria Estadual de Saúde
DRA. BERENICE KIKUCHI – Presidente da Associação de Anemia Falciforme do Estado de São Paulo, especialista em doença falciforme.
JAQUELINE LIMA (provocadora) – cientista social, mestranda em ciências sociais
16h15 às 17h15 – Oficina de Breaking (B.Boying / BGirling) com Bispo SB

BATE PAPO II

17h30 às 19h – DIREITO A TER DIREITOS
ELI EFI (Hip Hop/SP) convida:
CACO BARCELLOS – Jornalista e Repórter
MARCOS LOPES  – Educador
TIAGO BARBOSA (provocador) – MC e Advogado

ARENA

13h30 às 14h30 – O RACHA, HOMENAGEM AO HIP HOP DA ESTAÇÃO SÃO BENTO
Mr- Fe e Bispo SB (SB Crew) convidam crews novas e tradicionais (old e new school) que fizeram e fazem história dentro do Breaking.
Performance: Cia Eclipse Cultura e Arte

16h15 às 17h15 – RAPentinaMENTE
EMICIDA e MAX B.O. (HIP HOP) juntamente com PENEIRA e SONHADOR (REPENTE)
Encontro entre Repentistas e Mc’s, numa troca de experiência sobre a improvisação, apresentando ao público a versatilidade da cultura brasileira e a agilidade da rima de improviso feita no rap e na embolada.

QUADRA

13h30 às 14h30 – BASQUETE DE RUA
REIS DAS RUAS CUFA/SP

16h15min às 17h15min – FUTEBOL DE RUA
BATALHA DAS QUADRAS
Venha jogar e interagir com eles

PALCO

19h30 – CLÃ LESTE (campeões do DMC Brasil Team, 4ª colocados na final mundial em Londres 2009

20h – ROTA DE COLISÃO, MAX B.O E EMICIDA

Memorial da América Latina
Rua Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Dia 28 de novembro, das 11h às 20h - Grátis

Fonte: Secretaria Estadual de Cultura

NO VIRA CULTURA, 35 HORAS DE PROGRAMAÇÃO GRATUITA NO CONJUNTO NACIONAL

São Paulo lado A,B,C,D…

Literatura, cinema, música, artes, performances, gastronomia e bem-estar estão entre as 80 atrações gratuitas programadas para o “Vira Cultura”, nas cinco unidades da Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

O Vira Cultura começa às 9h00 de sábado (28) e vai até às 20h00 de domingo (29) e, além das unidades da Livraria Cultura no Conjunto Nacional, as atividades acontecem nos corredores da galeria, no Cine Bombril e na academia Bio Ritmo. 

Na abertura, apresentação da Orquestra Villa-Lobinhos, seguida por sessão de autógrafos com a atriz Malu Mader, diretora de “Contratempo”, documentário sobre este projeto musical. O “Mutante” Arnaldo Baptista, a filósofa Marcia Tiburi e a cantora Ana Cañas estão entre os convidados do Vira Cultura.

Debate, mesa redonda, apresentações de teatro e dança, stand up comedy, oficinas infantis, aula de yoga e pocket shows integram programação.

Vira Cultura – Livraria Cultura do Conjunto Nacional
Das 9h00 do dia 28 até às 20h00 do dia 29/11
Av. Paulista, 2073 - Fone: (11) 3170-4033
Programação completa no
www.viracultura.com.br

Fonte: Livraria Cultura/O2 Aktuell

 

27 de nov de 2009

NA 2ª FEIRA, AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE PROJETO DE REAJUSTE DO IPTU

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

É última chance do paulistano reclamar e pressionar pela não aprovação do aumento do imposto.

Foto: Gladstone Barreto. Clique para ampliar Segunda feira (30), às 15h00. Este é o dia e hora da audiência pública que vai discutir o polêmico projeto de lei do prefeito Gilberto Kassab para atualizar os valores do IPTU. O debate será o plenário 1º de Maio da Câmara Municipal (Viaduto Jacareí, 100 – 1º andar - República).

Caso a Planta Genérica de Valores (PGV) seja reajustada como propõe Kassab, o valor do imposto aumentará cerca de 40% para os imóveis residenciais, e até 60% para os comerciais. Por isso, participar dessa audiência pública é a última chance do paulistano mostrar que está insatisfeito com a medida. Depois, não adianta reclamar.

Na quarta-feira (25), o Projeto de Lei 720/09 já foi aprovado em 1ª votação, com 36 vereadores a favor e 17 contra o aumento do IPTU (clique aqui e saiba o voto do seu vererador). A 2ª votação está prevista para o dia 2 de dezembro.

Parte dos vereadores favoráveis à medida têm ressalvas a alguns pontos do projeto e devem apresentar suas propostas até a próxima semana. Porém, em entrevista ao programa CBN São Paulo (Rádio CBN), a vereadora Mara Gabrilli (PSDB) admitiu que o tema é complexo, e precisaria de mais tempo para ser estudado com detalhes.

Ela votou a favor, acompanhando a decisão da bancada tuana na Câmara. Mara discorda de alguns itens do projeto de Kassab. Por outro lado, destacou que, se transformada em lei, a medida aumentará em 20% o número de imóveis isentos de IPTU.

No blog do Milton Jung, é possível encontrar a opinião de alguns vereadores sobre a questão - graças não só ao trabalho da Rádio CBN, mas dos ouvintes conscientes, que estão procurando os parlamentares e pedindo que justifiquem seus votos perante a população.

Que tal procurar procurar o vereador de sua região, ou aquele que recebeu seu voto na eleição passada? Para contatá-los, por meio de e-mail ou diretamente na página pessoal, clique aqui.

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

PAULO MALUF E ROMEU TUMA ACUSADOS DE OCULTAÇÃO DE CADÁVER DURANTE A DITADURA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Outras imagens no FLICKR

Foto: Flaviana Serafim

Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliar 
Celas do antigo DOPS, atual Memorial da Resistência

Leia também:
MALUF: “ACUSAÇÃO RIDÍCULA”. TUMA: MEDALHA, MEDALHA, MEDALHA

Demorou, mas aconteceu. Nesta quinta, o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) ingressou duas ações civis públicas na Justiça Federal para responsabilizar, entre outros, o deputado federal Paulo Maluf e o senador Romeu Tuma por ocultação de cadáveres, nos cemitérios de Perus e Vila Formosa, durante a ditadura militar.

Tuma foi chefe do Departamento Estadual de Ordem Política e Social (DOPS) de 1966 a 1983, e Paulo Maluf foi prefeito entre 1969 e 1971. Também são acusados o ex-prefeito Miguel Colassuono (gestão 1973-1975), o médico legista Harry Shibata, ex-chefe do necrotério do Instituto Médico Legal de São Paulo, e Fábio Pereira Bueno, que dirigiu o Serviço Funerário Municipal de 1970 a 1974.

Ocultação de cadáver, tortura, laudos falsos
Maluf
foi o criador do Cemitério de Perus, que recebia indigentes e, como acusa do MPF-SP, tinha até um espaço reservado para enterro dos “terroristas” que se opunham à repressão militar. Tuma dirigiu o DOPS fazendo vistas grossas às torturas, estupros e assassinatos ocorridos ali, e ainda não comunicava as mortes aos familiares das vítimas.

Colassuono era prefeito de São Paulo quando reurbanizou o cemitério da Vila Formosa, em 1975. Como ordenou a destruição da quadra de indigentes e “terroristas”, o trabalho de identificação de corpos foi prejudicado.

Sonia Angel Jones. Foto do site www.desaparecidospoliticos.org.br Shibata, no cargo de legista, assinou laudos atestando mortes por motivos incompatíeis com as causas reais dos óbitos. Ignorava lesões de tortura, como no caso do jornalista Vladimir Herzog, morto em 1975, onde os documentos “oficiais” relatavam suicídio.

A militante da Ação Libertadora Nacional, Sonia Angel Jones, teve os seios arrancados e foi morta sob tortura em 1973. Mas o laudo de Shibata indica morte a tiros, depois de um suposto confronto com a polícia.

Bueno, o diretor do Serviço Funerário Municipal, é apontado como elo entre o poder municipal e o Instituto Médico Legal, ordenando coveiros no enterro dos militantes de esquerda e outros contrários à ditadura.

Danos, perdas e reparação
Na ação, o MPF-SP pede que os acusados sejam condenados à perda de suas funções públicas e/ou  aposentadorias. Porém, Maluf e Tuma não correm o risco de perder seus cargos porque a Constituição brasileira impede a perda de mandato em ações civis públicas.

Indenização equivalente a, no mínimo, 10% do patrimônio pessoal de cada um é outra medida prevista na ação, para reparação de danos morais coletivos. O MPF cobra, ainda, que  União, Estado e município divulguem os fatos sobre a morte e ocultação dos cadávares em São Paulo.

Cela do antigo DOPS, onde hoje funciona o Memorial da Resistência. Foto: Flaviana Serafim. Clique para ampliarCela do antigo DOPS, onde hoje funciona o Memorial da Resistência. Foto: Flaviana Serafim 

A ditadura fez centenas de vítimas no Brasil entre 1964 e 1984. Muitas ainda estão desaperecidas ou sem identificação.

Aos que pensam que a questão só envolve reparação financeira, um lembrete: além do direito à memória e à verdade, pais, mães e outros familiares têm o direito de saber o paredeiro de seus filhos, torturados e assassinados no período mais sangrento e sombrio da história brasileira.

Na América Latina, o Brasil é o único país que, vergonhosamente, ainda não puniu os torturadores. Nossos vizinhos, como a Argentina, já colocaram até ex-presidentes atrás das grades. Mas aqui ninguém vai para a cadeia porque “somos bonzinhos”. Ou porque, como preferem os acusados, é “revanchismo”. E a impunidade prevalece…

Acesse outras informações no site do Ministério Público Federal

Leia também:

MALUF: “ACUSAÇÃO RIDÍCULA”. TUMA: MEDALHA, MEDALHA, MEDALHA
MEMÓRIAS DA DITADURA, HISTÓRIAS DO BRASIL
O QUE CONFERIR NO MEMORIAL DA RESISTÊNCIA

Saiba mais:
VALA DE PERUS
A HISTÓRIA ESCONDIDA NA VALA DE PERUS
O CEMITÉRIO DOM BOSCO, LOCAL DA VALA DE PERUS
SITE www.desaparecidospoliticos.org.br
ARMAZÉM MEMÓRIA
GRUPO TORTURA NUNCA MAIS – SP

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto. Fotos do Memorial da Resistência: Flaviana Serafim

MALUF: “ACUSAÇÃO RIDÍCULA”. TUMA: MEDALHA, MEDALHA,MEDALHA

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Leia também:
PAULO MALUF E ROMEU TUMA ACUSADOS DE OCULTAÇÃO DE CADÁVER DURANTE A DITADURA

Paulo Maluf, em foto do site do PP-SP “Depois de 39 anos, abordar de forma leviana um assunto dessa natureza é no mínimo uma acusação rídicula”. Em nota à imprensa, é assim que o deputado federal Paulo Maluf (PP) classifica a ação movida pelo Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) apontando o ex-prefeito como responsável pela ocultação de cadáveres durante a ditadura militar.

Há muito tempo, muita, muita gente sabe que Paulo Maluf estava envolvido nos crimes e abusos cometidos contra aqueles que lutaram pelo fim da repressão. Mas só agora uma ação civil pública põe o dedo nessa ferida antiga.

Pelo Twitter (http://twitter.com/paulosalimmaluf), Maluf afirma que “O ministério público deveria ter mais critério para escolher seus procuradores, em alguns lhes faltam conhecimento jurídico”. E completa:”Para suprir esta falta, denigrem a imagem das pessoas”.

Ora, deputado Maluf! Pelo visto, é o senhor que não tem conhecimento de que é crime torturar, matar e desaparecer com as dezenas de vítimas da ditadura. E os corpos enterrados no cemitério de Perus? Foram importados do holocausto por acaso? Faça o favor… 

Romeu Tuma, defensor da democracia, liberdade e valores familiares… Romeu Tuma. Foto: Jornal do Senado. Clique para ampliar
Muita gente também sabe que senador Romeu Tuma (DEM), ex-chefe do Departamento Estadual de Ordem Política e Social entre 1966 a 1983, tinha pleno conhecimento das barbáries protagonizadas pelos agentes do DOPS.

Porém, vejam a frase de abertura da biografia, disponível no site do senador: “A permanente defesa do Estado Democrático de Direito e a intransigente garantia da segurança pública e da liberdade individual, combinadas com a preservação dos valores familiares, são princípios que marcam toda a biografia do Senador Romeu Tuma”.

Hoje, Tuma é corregedor do Senado, membro do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa, da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ); Comissão de Educação (CE); Comissão de Assuntos Sociais (CAS); Comissão de Assuntos Econômicos (CAE); Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), e – pasmem! - da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

Medalha, medalha, medalha
Querem mais? Entre suas dezenas condecorações, Tuma já recebeu a medalha de “Pacificador” do Ministério do Exército; Honra ao Mérito, do Instituto Médico-Legal (IML-SP); Agradecimento pelos Serviços Prestados à Classe Policial e à Sociedade (Círculo Policial Brasileiro/RJ); “Paradigma de Probidade, Competência e Dever”, do Diretório Acadêmico 13 de Setembro – FMU – Direito; e da Fundação Pró-Sangue – Hemocentro de São Paulo.

Isso, sem contar as conderações internacionais, da polícia da China, Alemanha, Israel, Colômbia, Coréia do Sul, Tailândia etc.

Em que mãos estamos…

Clique para ampliarClique para ampliar

Clique para ampliarClique para ampliarClique para ampliar


Clique para ampliarClique para ampliar 

Acesse outras informações no site do Ministério Público Federal

Leia também:
PAULO MALUF E ROMEU TUMA ACUSADOS DE OCULTAÇÃO DE CADÁVER DURANTE A DITADURA
MEMÓRIAS DA DITADURA, HISTÓRIAS DO BRASIL
O QUE CONFERIR NO MEMORIAL DA RESISTÊNCIA

Saiba mais:
VALA DE PERUS
A HISTÓRIA ESCONDIDA NA VALA DE PERUS
O CEMITÉRIO DOM BOSCO, LOCAL DA VALA DE PERUS
SITE www.desaparecidospoliticos.org.br
ARMAZÉM MEMÓRIA
GRUPO TORTURA NUNCA MAIS – SP

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto

DOMINGO É DIA DE VESTIBULINHO DAS ETECS

São Paulo lado A,B,C,D… 
Clique aqui para acessar os locais da prova Os candidatos a uma vaga numa das Escolas Técnicas Estaduais de São Paulo farão prova neste domingo (29), a partir das 13h30. O portão da escola será aberto às 12h45 e fechado às 13h30.

Com quatro horas de duração, a prova terá 50 questões de múltipla escolha abrangendo conhecimentos comuns do Ensino Fundamentla (5ª a 9ª série). O candidato deve levar documento de identificação original com foto e ser pontual, porque depois do fechamento do portão não será permitida a entrada.

O Centro Paulo Souza recomenda aos canditados que visitem o local do exame com pelo menos 24 horas de antecedência. É necessário levar documento de identificação original com foto e, de preferência, chegar com antecedência porque, depois do fechamento do portão, não será permitida a entrada de nenhum retardatário. Uma boa noite de sono e alimentação adequada também ajudam a fazer uma avaliação com mais tranquilidade.

De acordo com informações do Centro Paula Souza, a partir das 18h00 do domingo, o gabarito oficial já estará disponível nos sites  www.centropaulasouza.sp.gov.br e www.vestibulinhoetec.com.br. Nestes endereços eletrônicos, o candidato também poderá conferir sua classificação, com divulgação prevista para 14 de janeiro de 2010. As matrículas serão feitas a partir do dia 18 de janeiro.

Entre os cursos mais concorridos estão enfermagem, administração, segurança do trabalho e mecatrônica. Outras informações no (11) 3471-4071 (Capital e Grande São Paulo) e 0800-772 2829 (demais localidades), ou no www.vestibulinhoetec.com.br

Clique aqui para acessar os locais da prova

Por Flaviana Serafim, com informações do Centro Paulo Souza

26 de nov de 2009

NOMES E A FORMAÇÃO DE VILAS E CIDADES NO CAFÉ FILOSÓFICO

São Paulo lado A,B,C,D…

“Os nomes e a formação das Vilas e Cidades” é o tema do último encontro do Café Filosófico, que acotece neste sábado (28/11), às 15h00, no CEU Perus. A palestrante convidada é a professora Dra. Maria Vicentina do Amaral Dick, docente da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).

Maria Vicentina é responsável por diversas pesquisas e projetos ligados à toponímia, estudo da origem e evolução dos nomes de lugares, considerando aspectos históricos e antropológicos, entre outros. Ela é autora de “A Dinâmica dos Nomes na Cidade de São Paulo 1554-1897”, além de coordenadora do Projeto ATESP (Atlas Toponímico do Estado de São Paulo).

A professora Dra. Sandra Margarida Nitrini, atual diretora da  FFLCH-USP, também estará presente, fazendo a entrega de certificados aos participantes do Café Filosófico em 2009.

A série de debates do café, que abordou o "Direito à Memória” durante este ano, é uma iniciativa dos graduandos de Filosofia da USP, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Cimento de Perus, com o intuito de aproximar comunidade, estudantes e organizações sociais.

A participação é gratuita, aberta a qualquer interessado, e não necessita de inscrição prévia.

Café Filosófico “Os nomes e a formação das Vilas e Cidades”
Com a Profª Drª Maria Vicentina do Amaral Dick,
Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
28 de novembro (sábado), às 15h00, no CEU Perus

Rua Bernardo José de Lorena, s/n – Perus
Informações: 3917- 0824

Por Flaviana Serafim

REAJUSTE DO IPTU É APROVADO EM 1ª VOTAÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

IPTU pode aumentar até 60%, com arrecadação de mais de R$ 644 milhões em 2010
E seu vereador? Votou contra ou a favor do reajuste?

Foto: Renato dSouza/Câmara Municipal de São Paulo 
A polêmica das últimas semanas é o projeto de lei  (PL) 720/09, do prefeito Gilberto Kassab, que propõe, entre outros, uma “atualização de valores” do IPTU. Caso seja aprovada, a medida aumentará o valor do imposto em até 40% para imóveis residenciais e 60% para os comerciais. A faixa de desconto ou acréscimo será de 0,2% a 0,6% do valor venal.

Um dos argumentos de Kassab é a valorização de imóveis em algumas áreas da cidade nos últimos oito anos – que ele chamou de “justiça fiscal” - e resultará em mais de R$ 644 milhões arrecadados só com o imposto a partir de 2010.

Quem é proprietário de imóveis na Vila Mariana, Morumbi, Pinheiros, Perdizes, Santana e Tatuapé pode ficar surpreso com o valor do reajuste, já que nesses bairros o preço do metro quadrado crescerá praticamente 100%.

Ontem, os vereadores fizeram a primeira votação, com 36 parlamentares a favor e 17 contra o reajuste do IPTU. O projeto deverá ser votado numa segunda seção, mas, pelo jeito, Kassab vai atingir seu objetivo. O prefeito tem maioria na Câmara, com apoio de sua base alidada formada por demos e tucanos favoráveis ao aumento (sem contar o PP, PR, PV, PPS e PTB).  

A segunda votação está prevista para a próxima semana e, nesse período, o texto do projeto de lei deve sofrer algumas alterações. Uma audiência pública, ainda sem data marcada, acontecerá antes da decisão final dos vereadores.

Alguns de nós não tem o hábito – ou talvez não tenham tempo – para participar dessas audiências públicas. Mas quem tem disponibilidade deve participar, sim. É a oportunidade que a população tem para se manifestar contra o aumento, pressionando os vereadores e o próprio prefeito.

Para conhecer a íntegra do projeto de lei 720/09, clique aqui.

Conheça o voto dos vereadores sobre o projeto de reajuste do IPTU

A favor
Antônio Carlos Rodrigues (PR)
Abou Anni (PV)
Adilson Amadeu (PTB)
Adolfo Quintas (PSDB)
Agnaldo Timóteo (PR)
Atílio Francisco (PRB)
Aurélio Miguel (PR)
Carlos Alberto Bezerra Jr. (PSDB)
Carlos Apolinário (DEM)
Cláudio Fonseca (PPS)
Claudinho (PSDB)
Dalton Silvano (PSDB)
Floriano Pesaro (PSDB)
Gilberto Natalini (PSDB)
Gilson Barreto (PSDB)
Goulart (PMDB)
Jooji Hato (PMDB)
José Olímpio (PP)
José Police Neto (PSDB)
Juscelino Gadelha (PSDB)
Mara Gabrilli (PSDB)
Marcelo Aguiar (PSC)
Marco Aurélio Cunha (DEM)
Marta Costa (DEM)
Milton Ferreira (PPS)
Milton Leite (DEM)
Paulo Frange (PTB)
Penna (PV)
Quito Formiga (PR)
Ricardo Teixeira (PSDB)
Roberto Tripoli (PV)
Sandra Tadeu (DEM)
Souza Santos (PSDB)
Toninho Paiva (PR)
Ushitaro Kamia (DEM)
Wadih Mutran (PP)

Contra
Claudio Prado (PDT)
Gabriel Chalita (PSB)
Jamil Murad (PC do B)
Netinho de Paula (PC do B)
Celso Jatene (PTB)
Domingos Dissei (DEM) (Não se engane: ele está aqui mas é a favor)
Alfredinho (PT)
Arselino Tatto (PT)
Chico Macena (PT)
Donato (PT)
Francisco Chagas (PT)
Ítalo Cardoso (PT)
João Antonio (PT)
José Américo (PT)
José Ferreira (Zelão) (PT)
Juliana Cardoso (PT)
Senival Moura (PT)

Abstenção
Eliseu Gabriel (PSB)

Ausente
Noemi Nonato (PSB)

25 de nov de 2009

RIO VIVO? RIO MORTO?

São Paulo lado A,B,C,D…

Olha essa foto do rio Pinheiros, registrada nesta manhã pela jornalista Pétria Chaves, do CBN São Paulo (Rádio CBN).

image

101 DIAS DEPOIS, NEM OUVIDORIA DA SAÚDE, NEM COVISA RESPONDERAM SOBRE COBRANÇA DE “CAIXINHA” POR FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

Para que servem as ouvidorias do serviço público? Pra cansar o cidadão até que ele desista de reclamar?

101 dias. Mais de três meses. Todo esse tempo se passou, sem que eu tivesse resposta sobre a “caixinha” cobrada por um grupo de funcionários públicos durante a campanha de vacinação contra raiva (leia A VACINA CONTRA RAIVA, O FUNCIONÁRIO PÚBLICO E O “CAFEZINHO”). 

Nem a ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde, nem a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), sem a ouvidoria da própria Prefeitura se manifestaram, não deram uma resposta definitiva sobre o caso. imageSerá que meu gato preto, Salomão, é que está dando azar?

No dia 17 de agosto, minha queixa relatando a cobrança da “caixinha” foi encaminhada para o “fale conosco” da COVISA, para a ouvidoria da Prefeitura e para o gabinete do prefeito Gilberto Kassab.

Também mandei e-mail para a Rádio CBN e, graças a leitura da mensagem pela apresentadora Fabíola Cidral, descobri que o pedido desse “cafezinho”, como afirmaram vários ouvintes, aconteceu em toda a cidade e não só no Largo do Arouche. 

Continuo esperando, sentada para não cansar. Esse post seguirá novamente para o ouvidor da Saúde, Mario Sergio Mendes Cardoso, para a ouvidoria da Prefeitura e para a Rádio CBN também.

Acompanhem minha saga nesses 101 dias 
17/08: envio de e-mail para ouvidoria da Prefeitura e da COVISA, e para o gabinete do prefeito Gilberto Kassab.
18/08: entrega da reclamação por carta, pessoalmente, na ouvidoria da Saúde. No mesmo dia, recebi retorno do “fale conosco” da COVISA informando que eu só poderia reclamar por telefone – o que não era verdade.
19/08: Ouvidor da Saúde, Mario Sergio Mendes Cardoso, enviou a queixa para a coordenadora da COVISA “(…) salientando que a resposta das medidas adotadas deverá ser encaminhada diretamente ao munícipe, com cópia (através de E-mail), a esta Ouvidoria da Saúde no menor prazo possível”
20/09:
a Assessoria de Assuntos Metropolitanos da Prefeitura encaminhou e-mail pedindo meu endereço completo para que a resposta pudesse ser encaminhada via correio. Envieu meus dados completos no mesmo dia.

Por volta do dia 27/09, recebi carta da Secretaria de Governo Municipal, com data de 21/09, informando que “por orientação do Senhor Prefeito, sua solicitação foi encaminhada à SMS – Secretaria Municipal de Saúde” e que “logo que esse órgão informar as providências tomadas, a senhora será prontamente comunicada”.
A carta termina com uma frase tragicômica: “A Prefeitura acredita que a colaboração de todos ajuda a administrar cada vez melhor a nossa Cidade”.

10/09:
envio de e-mail à ouvidoria da Saúde com minha 1ª cobrança de resposta
16/09: novo e-mail do ouvidor da Saúde para a coordenadora da COVISA - “Tendo em vista o tempo decorrido e ainda não foram tomadas as devidas providências quanto ao ocorrido, solicitamos manifestação o mais breve possível…”
No mesmo dia, recebi e-mail do ouvidor da Saúde informando que uma cópia da mensagem foi enviada “ao Setor competente da Saúde, para que providências sejam tomadas”.
17/09: retornei ao ouvidor Mario Sergio Mendes Cardoso, afirmando que eu continuava aguardando  uma resposta definitiva.
02/10: encaminhei mensagem ao jornalista Milton Jung, do CBN São Paulo (Rádio CBN), com cópia para o ouvidor da Saúde, relatando a demora no envio de uma resposta definitiva por parte da COVISA. O Milton Jung me deu retorno. A ouvidoria nunca mais se manifestou.

Leia também:
A VACINA CONTRA RAIVA, O FUNCIONÁRIO PÚBLICO E O “CAFEZINHO”
“CAFEZINHO” DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS POR TODA CIDADE – VALE ATÉ “CAIXINHA PRÉ-DATADA”
E TOME “CAFEZINHO”: OUVIDORIA DA SAÚDE FAZ 1º CONTATO
COBRANÇA DE “CAIXINHA” NA COVISA: NENHUMA RESPOSTA DA OUVIDORIA DA SAÚDE
143 ANOS DEPOIS, “O CREDOR DA FAZENDA NACIONAL” CONTINUA ATUAL

“O CREDOR DA FAZENDA NACIONAL” , DE 1866, CONTINUA ATUAL

SOS São Paulo – A cidade em nossas mãos

José Joaquim de Campos Leão, o Qorpo-Santo. Imagem do livro "Teatro completo" Todo esse desrespeito e descaso dos órgãos públicos diante da queixa de um munícipe me faz lembrar da peça “Um credor da fazenda nacional”. É um ótimo texto escrito em 1866 pelo dramaturgo gaúcho José Joaquim de Campos Leão, o Qorpo-Santo.

Há 143 anos, Qorpo Santo já narrava a verdadeira saga do personagem Credor na tentativa de receber uns trocados devidos pela Fazenda Nacional. Em 1999, a Cia São Jorge, com direção de Georgete Fadel, fez uma das melhores montagens teatrais que já vi, com a atriz Patrícia Gifford numa interpretação impecável do pobre Credor.  

O Credor se perde entre corredores, funcionários sacanas, pilhas de papéis, morosidade e todo o lixo que integra a burocracia do serviço público. Eu não quero receber nenhum centavo. Só quero que a COVISA me responda que providência tomou em relação a um grupo de funcionários públicos corruptos.

Compartilho alguns trechos de “Um credor da Fazenda Nacional”. Para acessar a íntegra (arquivo em PDF) clique aqui.

Ato primeiro
(…)

Credor – Não tenho melhor resolução a tomar, que a de sentar-me em uma das cadeiras desta repartição e nela esperar até que se me pague.
Certo Indivíduo – Então, por quê?
Credor - Ora, porque!? Porque não dou um passo que não encontre um ,que não me peça o aluguel da casa. Outro, que não me peça... que não me fale!...

Ato segundo
Salão em que trabalham diversas seções

Credor (entrando) – É a vigésima... não me lembro se quinta ou sétima vez que venho a esta casa haver aluguéis de casa! E talvez ainda hoje saia sem dinheiro! (À parte:) Mas eles hão de se arranjar! (A um dos empregados, o Contador:) Vossa Senhoria faz-me o obséquio de dizer se está despachando o conteúdo, ou quer que seja, quando a um requerimento que aqui tenho?
Contador – Será... (lendo) Castro... Car... Cirilo, Dilermando!?
Credor – Não! É um requerimento meu, assinado – José Joaquim de Campos Leão, Qorpo-Santo.
Contador – Ah! Esse está no chefe da quarta seção.
Credor – Bem, então lá irei. (Dirigindo-se ao chefe:)Faz-me o obséquio de dizer sejá está despachado um requerimento que aqui tenho?
Chefe (apontado) – Fale ali com o Sr. Barbosa.
Credor (dirigindo-se a este) – Ainda não encontrou o que procurava a meu respeito?
Barbosa – Ainda não! Há aqui tantos papéis!

(…)

Chefe
– V. Exa. Não adianta nada em esperar aqui! Antes atrasa o serviço para
conseguir o que quer; deixe estar que está se trabalhando!
Credor – Eu, nem venho interromper, nem venho adiantar! Mas apenas saber! Parece-me cousa tão simples; tão fácil…
Por Flaviana Serafim

24 de nov de 2009

DESCARTE IRRESPONSÁVEL DE LIXO

image

Lixo acumulado nas esquinas da avenida Amaral Gurgel não é novidade.

Mas jogar uma enorme placa de vidro na calçada, ao lado de uma travessia de pedestres, é demais. A enorme quantidade de cacos se espalha por mais de dois metros, próximo a esquina com a rua General Jardim, na Vila Buarque.

Vá ser porco assim lá no chiqueiro! O dono dessa porcaria? Ninguém sabe, ninguém viu…

 


Envie também sua mensagem. Use seu telefone móvel, registre Envie seu e-mail para o Cidade Celularfotos, vídeos ou escreva para o Cidade Celular - flagrantes da cidade, queixas, problemas, sugestões, eventos, pessoas.

Mobilize-se! Participe enviando seu e-mail para
saopaulourgente@gmail.com

Fotos de Flaviana Serafim

ESTADO TERÁ CENTRO DE ESTUDOS E TREINAMENTO DE CÃES GUIA

Cidadania, inclusão e meio ambiente

Foto do Guiadedogs.com, publicada no site do IRIS “Labrador, guia de cego, vai pro CCZ caso não encontre outro dono. O seu, morreu. Tristeza!”. Este é o título de uma notícia curiosa publicada no site Vira Lata SP, em 13 de novembro. Descobrimos essa informação por acaso no Twitter de Julie Nakayama, publicitária e cadeirante que trabalha como “guardiã da Paulista”.

Antes de divulgar a notícia no blog, fizemos contato para conferir se o pobre cão sem dono já tinha sido adotado e, claro, poucos dias depois, o cãozinho encontrou um novo lar. Ainda bem!

Mas imaginem quantas pessoas cegas existem por aí, vivendo como presas e sem condições de mobilidade por não ter um cão-guia? O Brasil tem mais de 11 milhões de pessoas com deficiência visual, segundo levantamento do Censo 2000, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em São Paulo, essa enorme exclusão pode começar a mudar. Hoje, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP), assinam o convênio que criará o Centro de Estudos do Cão Guia e do Centro de Treinamento de Cães Guias. Ao que parece, trata-se da primeira ação do governo paulista que pode facilitar e ampliar o acesso ao cão guia.

Durante o treinamento, que pode levar até um ano e meio, acontece a socialização do cão para que se acostume com diferentes ambientes e possa conduzir seu dono por ruas agitadas, estações do metrô, ônibus, escadas rolantes, elevadores, entre outros. E esses cães tem que ser capazes de fazer tudo issFoto da Guide Dogs for the Blind. Clique para acessar o siteo sem se distrais, com calma e amabilidade.

Atualmente, quem procura um cão guia depende de poucas iniciativas, mantidas por organizações não governamentais como o Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social (IRIS). A ONG, que mantém o Projeto Cão Guia, é a única do Brasil a realizar treinamento reconhecido pela International Guide Dog Federation, da Inglaterra.

O labrador, o pastor alemão e o gold retriever são as raças mais comuns treinadas como cão-guia no Brasil. Dóceis e com grande capacidade de adaptação, esses cães são mesmo especiais. Sobre o labrador, somos suspeitos para comentar porque já tivemos um, a fêmea Pipoca. Ela brincava o tempo todo com nosso gato preto, e mesmo sofrendo arranhões e mordidas do gatinho, era incapaz de reagir com agressividade. Infelizmente, ela morreu, mas quando pudermos ter outro cão, será um labrador, com certeza.

Saiba mais:
História dos cães-guia
Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social (IRIS)
Guide Dogs for the Blind
International Guide Dog Federation
International Association of Assistance Dog Partners (IAADP)

Por Flaviana Serafim e Gladstone Barreto. Fotos do IRIS e International Guide Dog Federation

SEM CRISE…

São Paulo lado A,B,C,D…

…para os que vivem na crise permanente.

Veja outras imagens no FLICKR

Foto de Gladstone Barreto. Clique para acessar outras imagens do blog no FLICKR 
Foto: Gladstone Barreto

23 de nov de 2009

HC PROMOVE CAMPANHA DE PREVENÇÃO AO CÂNCER DE PELE

Saúde em São Paulo

hcfmusp No sábado (05/12), das 9h00 às 15h00, médicos da Clínica de Dermatologia do Hospital das Clínicas atenderão a população para prevenir e diagnosticar o câncer de pele, além de orientar o público sobre a importância de se proteger dos raios solares.  

Dados do Instituto Nacional do Câncer revelam que 55 mil brasileiros receberam o diagnóstico em 2008, o que representa uma incidência maior de câncer de pele do que o de mama e de próstata. A doença tem crescido, inclusive, entre os jovens, devido à exposição excessiva ao sol e sem proteção adequada.

De acordo com os médicos do Hospital das Clínicas, o câncer de pele se manifesta de diferentes modos, tais como: múltiplas “pintas” ou “sinais”; manchas que apareceram de repente e começaram a crescer; manchas escuras que mudam de cor, ficam vermelhas, coçam e mudam de formato; feridas que não cicatrizam ou que apresentam lesões pigmentadas nas palmas das mãos e plantas dos pés.

Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele
Clínica de Dermatologia do Hospital das Clínicas
5 de dezembro (sábado), das 9h00 às 15h00, no prédio dos ambulatórios
Av. Enéas de Carvalho Aguiar, 155 – Cerqueira Cesar (Estação Clínicas) 
Informações pelo telefone (11) 3069 – 6050
Site oficial do HC- FMUSP 
http://www.hcnet.usp.br

Fonte: AIM-HC

Saiba mais:
Instituto Nacional do Câncer

EMPREGOS, CURSOS E PALESTRAS GRATUITAS - 23 A 29/11

Oportunidades de trabalho, empreendedorismo, cursos, palestras e eventos gratuitos

Centro de Apoio ao Trabalho da prefeitura municipal 1) Oficina dá dicas sobre processo seletivo
Nesta quarta-feira (25/11), às 9h00, as unidades do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) realizam oficina  gratuita com dicas para que o candidato aumente suas chances de conquistar um novo emprego. Elaboração de currículo, comportamento ideal, pontualidade, iniciativa e determinação, boa aparência e vestimenta, e dinâmicas de grupo para vencer a timidez estão entre as orientações. 

A oficina integra o programa Orientação para o Trabalho, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho. São 150 vagas (30 para cada posto do CAT) e para participar, basta fazer inscrição das 7h00 às 18h00 numa das unidades do Centro de Apoio ao Trabalho. O intereressado deve ter idade mínima de 16 anos. Veja os endereços dos CATs:

CAT Avançado Zona Sul/Jabaquara - Av. Eng.º Armando de Arruda Pereira, 2314
Zona Sul/Interlagos - Avenida Interlagos, 6.122
Zona Leste/Itaquera - Rua Gregório Ramalho, 12
Zona Oeste/Lapa - Rua Monteiro de Melo, 342
Zona Norte/Santana - Rua Voluntários da Pátria, 1.553
Zona Central/Luz - Avenida Prestes Maia, 913
Fonte: PMSP/Secretaria Municipal do Trabalho

2) Encerramento do “Diálogos com as Ecovilas” na UMAPAZ
Uma mesa redonda nesta quarta-feira (25), das 20h00 às 21h30,  encerra a série de encontros “Diálogos com as Ecovilas”, promovidos em 2009 pela Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (Av. IV Centenário, 1268 - Portão 7-A - Parque Ibirapuera).

O programa visa incentivar a implantação de um novo desenho urbano sustentável, em atendimento a Década Internacional de Educação para o Desenvolvimento Sustentável, da ONU (2005/2014). O evento terá a presença de representantes das ecovilas Morada da Floresta e São Damião, e do projeto Geocasa, entre outros.  O evento é gratuito e não precisa de inscrição. Basta chegar com 15 minutos de antecedência.
Fonte: UMAPAZ

3) II Encontro de Mudanças Climáticas da Cidade de São Paulo
”A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo, o INPE e a UNICAMP promovem, no próximo dia 26/11/2009 (quinta-feira), em parceria com a UNIP e a Matilha Cultural, o II Encontro sobre Mudanças Climáticas - São Paulo Rumo a Copenhague e o Workshop Participatório Programa Megacidades pelo Clima.

O evento traçará um panorama sobre as ações que a Prefeitura e o Estado de São Paulo já implementaram e implementarão no sentido de mitigar o aquecimento global e a mudança climática (…)Estarão presentes os secretários estadual e municipal de meio ambiente, Xico Graziano e Eduardo Jorge, dentre outras autoridades (…) Será distribuída, somente neste evento, uma publicação com as ações da Prefeitura de São Paulo e de alguns de seus cidadãos para mitigar a mudança climática, cuja tiragem é limitada”. Fonte: Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente

II Encontro de Mudanças Climáticas da Cidade de São Paulo
26 de novembro, das 9h00 às 11h30, no Teatro Paraíso
Rua Apeninos, 614 – Campus UNIP Paraíso
Vagas limitadas - Incrições limitadas pelo fone (11) 3286-0663

Clique e acesse a programação completa do Vira Cultura

4)35 horas de funcionamento e 80 atrações: é o “Vira Cultura” na Livraria Cultura do Conjunto Nacional

Literatura, cinema, música, artes, performances, gastronomia e bem-estar estão entre as 80 atrações gratuitas programadas para o “Vira Cultura”, nas cinco unidades da Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

O Vira Cultura começa às 9h00 de sábado (28) e vai até às 20h00 de domingo (29) e, além das unidades da Livraria Cultura no Conjunto Nacional, as atividades acontecem nos corredores da galeria, no Cine Bombril e na academia Bio Ritmo. 
Marcia Tibura autografa "O Manto" no Vira Cultura
Na abertura, apresentação da Orquestra Villa-Lobinhos, seguida por sessão de autógrafos com a atriz Malu Mader, diretora de “Contratempo”, documentário sobre este projeto musical. O “Mutante” Arnaldo Baptista, a filósofa Marcia Tiburi e a cantora Ana Cañas estão entre os convidados do Vira Cultura. Debate, mesa redonda, apresentações de teatro e dança, stand up comedy, oficinas infantis, aula de yoga e pocket shows integram programação.

Vira Cultura – Livraria Cultura do Conjunto Nacional
Das 9h00 do dia 28 até às 20h00 do dia 29/11
Av. Paulista, 2073 - Fone: (11) 3170-4033
Programação completa no
www.viracultura.com.br
Fonte: Livraria Cultura/O2 Aktuell

*Este blog faz divulgações gratuitamente e não se responsabiliza pelas informações fornecidas pelos recrutadores/empresas contratantes.